Valdrin Xhemaj/EFE
Valdrin Xhemaj/EFE

Webber e Vettel exibem preocupação com pneus

Pilotos afirmam que terão de economizar para não ter problemas na corrida

AE, Agência Estado

26 de agosto de 2011 | 13h31

SPA - Com desempenhos bem distintos nos primeiros treinos livres do GP da Bélgica, que foram realizados nesta sexta-feira, no circuito de Spa-Francorchamps, Mark Webber e Sebastian Vettel mostraram preocupação com o fato de que precisarão preservar os pneus dos seus carros para a sessão classificatória deste sábado e para a prova de domingo, que irá marcar a volta dos pilotos ao Mundial de Fórmula 1 após as férias de meio de temporada.

Depois de conquistar o tempo mais rápido do dia no segundo treino desta sexta, o australiano ressaltou a importância de a Red Bull conseguir dar um bom número de voltas, mas exibiu cautela ao falar dos compostos. "Precisamos chegar lá e conseguir quilometragem, mas do outro lado da moeda nós precisamos salvar os pneus para sábado e domingo", enfatizou Webber, antes de falar sobre os perigos proporcionados pelo veloz e desafiador traçado da pista belga.

"Os freios são a coisa mais difícil aqui quando a pista está molhada. Ela faz as linhas brancas ficarem como gelo e é muito fácil cometer um erro", acrescentou.

Vettel, por sua vez, deixou o treino com o decepcionante décimo melhor tempo do dia e agora já projeta o uso inteligente dos pneus neste sábado e no domingo para melhorar seu desempenho. "Foi um pouco complicado porque o clima mudava toda hora, e é uma pena que, em condições de chuva, temos apenas um jogo de pneus intermediários para o resto do final de semana, assim como você quer salvar pneus para sábado e domingo", explicou o alemão, que não abandonou o discurso otimista apesar da performance ruim nesta sexta.

"Corremos pouco no seco e testamos algumas atualizações no carro, e acho que tivemos um resultado decente sobre elas. É difícil julgar os tempos e o ritmo global de hoje (sexta), e é difícil saber onde nós estamos, mas o carro parece OK. Vamos ver o que podemos fazer amanhã (sábado)", completou.

Encontrou algum erro? Entre em contato

Comentários

Os comentários são exclusivos para assinantes do Estadão.

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.