Webber lidera última sessão livre na China

O australiano Mark Webber, da Red Bull, foi o mais rápido da última sessão de treinos livres antes da definição do grid de largada para o Grande Prêmio da China de Fórmula 1, com Felipe Massa, da Ferrari, na nona posição.

EFE

17 de abril de 2010 | 02h19

Webber completou sua melhor volta em 1min35s323, 241 milésimos de segundo à frente do inglês Lewis Hamilton (McLaren) e 368 milésimos mais rápido que o alemão Sebastian Vettel (Red Bull).

Massa foi mais rápido que no sábado, mas foi prejudicado pelo indiano Karun Chandhok, da Hispania, que atrapalhou aquela que seria sua volta mais rápida.

Entre os outros brasileiros, Rubens Barrichello (da Williams) foi o 15.º; Lucas di Grassi (Virgin) ficou em 21.º; e Bruno Senna (HRT) ficou com o 23.º tempo.

FÓRMULA 1 2010 - GP DA CHINA

TREINOS LIVRES - TERCEIRA SESSÃO (melhores tempos)

1.º - Mark Webber (AUS/Red Bull), 1min35s323

2.º - Lewis Hamilton (ING/McLaren), 1min35s564

3.º - Sebastian Vettel (ALE/Red Bull), 1min35s691

4.º - Jenson Button (ING/McLaren), 1min35s747

5.º - Fernando Alonso (ESP/Ferrari), 1min35s857

6.º - Nico Rosberg (ALE/Mercedes), 1min35s913

7.º - Michael Schumacher (ALE/Mercedes), 1min36s262

8.º - Robert Kubica (POL/Renault), 1min36s343

9.º - Felipe Massa (BRA/Ferrari), 1min36s416

10.º - Kamui Kobayashi (JAP/Sauber), 1min36s634

11.º - Jaime Alguersuari (ESP/Toro Rosso), 1min36s879

12.º - Vitantonio Liuzzi (ITA/Force India), 1min37s031

13.º - Sebastien Buemi (SUI/Toro Rosso), 1min37s192

14.º - Adrian Sutil (ALE/Force India), 1min37s240

15.º - Vitaly Petrov (RUS/Renault), 1min37s339

16.º - Rubens Barrichello (BRA/Williams), 1min37s585

17.º - Pedro de la Rosa (ESP/Sauber), 1min37s664

18.º - Nico Hulkemberg (ALE/Williams), 1min37s784

19.º - Timo Glock (ALE/Virgin), 1min39s579

20.º - Heikki Kovalainen (FIN/Lotus), 1min39s616

21.º - Lucas di Grassi (BRA/Virgin), 1min39s749

22.º - Jarno Trulli (ITA/Lotus), 1min39s776

23.º - Bruno Senna (BRA/HRT), 1min40s316

24.º - Karun Chandhok (IND/HRT), 1min41s141

Encontrou algum erro? Entre em contato

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.