Luca Bruno/AP - 12/03/2010
Luca Bruno/AP - 12/03/2010

Webber reconhece que GP do Bahrein foi chato

Australiano reclama das poucas ultrapassagens e pouca disputa de posições

AE, Agência Estado

16 de março de 2010 | 09h37

O australiano Mark Webber foi mais um piloto a criticar a monótona corrida de abertura da temporada 2010 da Fórmula 1. O GP do Bahrein, vencido pelo espanhol Fernando Alonso, teve poucas ultrapassagens e disputa de posições, causadas principalmente pelo fim do reabastecimento, o que fez com que as equipes adotassem estratégias semelhantes.

Veja também:

\"especial\" CALENDÁRIO - Todas as etapas de 2010

mais imagens GALERIA - Mais imagens da corrida

blog LIVIO - F-1, viagens e tecnologia

"Foi muito chato. Passei 48 voltas olhando a troca de marchas de Schumacher e depois de Button e não havia nada que eu pudesse fazer para passá-los. "Tentei de tudo, linhas diferentes, pressão, tudo. Mas ambos são bons pilotos e nenhum deles cometeu um erro", disse o piloto da Red Bull, em entrevista ao jornal australiano Daily Telegraph.

Webber afirmou que poderia ter provocado um acidente se tentasse ultrapassar o inglês Jenson Button no GP do Bahrein. "Eu era mais rápido do que ele, mas eu era incapaz de encontrar um caminho. Ele não cometeu um erro e se eu tivesse tentado forçar, teria terminado em um acidente", justificou.

O australiano disse temer por uma temporada entediante na Fórmula 1. "Fiquei muito chocado com o quão difícil foi ultrapassar e isso não será nada bom para qualquer uma dar corridas de uma parada do calendário, quando todo mundo vai estar seguindo praticamente a mesma estratégia. Nós podemos apenas esperar que outros circuitos tragam mais ultrapassagem do que o Sakhir", finalizou Webber, oitavo colocado GP do Bahrein.

Encontrou algum erro? Entre em contato

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.