Phil Long / AP
Phil Long / AP

Will Power encerra jejum na Fórmula Indy e vence corrida 1 de Mid-Ohio

Piloto australiano dominou a pista, desde os treinos até a classificação final; subida na classificação geral foi discreta

Redação, Estadão Conteúdo

12 de setembro de 2020 | 20h30

Em dia inspirado, o australiano Will Power não deu chances aos rivais neste sábado. Ele brilhou no treino, largou na pole position e, praticamente sem ameaças, venceu a corrida 1 da etapa de Mid-Ohio da Fórmula Indy. Assim, encerrou um jejum de vitórias na categoria, que durava desde a prova disputada em Portland, no ano passado de 2019.

Parceiro de Power na equipe Penske, Josef Newgarden chegou em segundo lugar, acompanhado de perto por Alexander Rossi, da Andretti Autosport. O trio que cruzou a linha de chegada na frente foi seguido por Graham Rahal, Ryan Hunter-Reay, Felix Rosenqvist, Jack Harvey, Rinus VeeKay, Colton Herta e Scott Dixon, nesta ordem.

Apesar do décimo lugar, Dixon manteve a liderança do campeonato, com 436 pontos. Mas viu Newgarden se aproximar. O vice-líder soma agora 360. Ward, apenas o 11º colocado neste sábado, ocupa o terceiro posto geral, com 316 pontos.

Famoso por causar batidas inesperadas na Indy, Power teve dia iluminado. Após se destacar no treino classificatório, disputado mais cedo também neste sábado, o australiano disparou na frente dos rivais na largada e tornou a corrida uma disputa apenas pelo segundo lugar. Até mesmo no pit stop, Power foi bem-sucedido, sem qualquer problema.

Acabou confirmando sua primeira vitória na temporada 2020, embora sonhando com apenas uma subida discreta na tabela geral do campeonato. O australiano é o quinto colocado, com 280 pontos. Ele poderá melhorar esta situação já neste domingo, na corrida 2 em Mid-Ohio. Depois desta, faltarão apenas três etapas para encerrar a competição.

Tudo o que sabemos sobre:
Fórmula IndyautomobilismoWill Power

Encontrou algum erro? Entre em contato

Comentários

Os comentários são exclusivos para assinantes do Estadão.

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.