REUTERS/Benoit Tessier
REUTERS/Benoit Tessier

Williams é punida com multa por não prestar contas sobre gastos na Fórmula 1

Equipes da Fórmula 1 são obrigadas, desde 2021, a enviar à organização, até o final de junho de cada ano, um detalhamento provisório dos investimentos feitos entre janeiro e abril

Redação, O Estado de S.Paulo

07 de junho de 2022 | 15h51

A Williams foi multada em US$ 25 mil pela Federação Internacional de Automobilismo (FIA) por perder o prazo para prestar contas sobre os seus gastos na Fórmula 1, conforme determinado por regulamento. A punição foi anunciada nesta terça-feira, por meio de uma nota publicada no site oficial da categoria.

As equipes da Fórmula 1 são obrigadas, desde 2021, a enviar à organização, até o final de junho de cada ano, um detalhamento provisório dos investimentos feitos entre janeiro e abril. Já o gasto anual é declarado até o final de março do ano seguinte à temporada em questão.

Essas prestações de contas são utilizadas pela FIA para fiscalizar o cumprimento das regulações financeiras da categoria. O principal ponto é o Cost Cap, limite de gastos imposto a todas as equipes para manter o equilíbrio entre elas. Neste ano, o teto foi definido em US$ 141.2 milhões.

Após perder o prazo da declaração, a Williams foi contatada e admitiu que violou as regras. A equipe, contudo, cooperou com a busca de uma solução e conseguiu um acordo. Segundo a FIA, a equipe remediou a violação, pagou uma multa de US$ 25 mil e arcou com os custos incorridos Pela Administração do Limite de Custos.

Os pilotos voltam às pistas para o GP do Azerbaijão que será realizado no próximo dia 12. O holandês Max Verstappen lidera a classificação, à frente do monegasco Charles Leclerc, e do mexicano Sérgio Perez, que venceu o GP de Mônaco, disputado no fim de maio.

Encontrou algum erro? Entre em contato

Comentários

Os comentários são exclusivos para assinantes do Estadão.

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.