Williams pede tempo para Pizzonia

Salvo um grande imprevisto, pouco provável mas sempre possível na Fórmula 1, Antonio Pizzonia, jovem e talentoso piloto brasileiro, de 22 anos, disputará a próxima temporada pela equipe Jaguar. Seu companheiro será o australiano Mark Webber, que correu este ano pela Minardi. O anúncio será feito tão logo seja resolvida a pendência do tempo de seu contrato. Frank Williams, de quem Pizzonia é piloto de testes, pediu a Niki Lauda, diretor da Jaguar, prazo até sexta-feira para analisar a proposta.Lauda exige três anos de contrato, enquanto Frank Williams o libera por dois. O que se negocia é uma compensação para a Williams. Se Pizzonia comprovar na disputa do campeonato pela Jaguar a imensa capacidade demonstrada nos quase 15 mil quilômetros de testes que já fez pela Williams, Lauda irá querer mantê-lo no time. Ele argumenta, com razão, que não pretende formar o piloto e depois devolvê-lo para a Williams. O contrato de Ralf Schumacher e Juan Pablo Montoya com a Williams termina no fim de 2004, período proposto por Frank Williams para vigorar o compromisso de Pizzonia com a Jaguar.Além de Rubens Barrichello na Ferrari, portanto, são excelentes as chances de Pizzonia ser oficializado como o segundo brasileiro a disputar o Mundial que começa dia 9 de março em Melbourne, na Austrália. A revista italiana Autosprint, na edição que chegou às bancas nesta terça-feira, se antecipou à decisão de Frank Williams e já anunciou que a dupla da Jaguar para a temporada 2003 será Antonio Pizzonia/Mark Webber.É grande a expectativa também com relação à possibilidade de Cristiano da Matta correr pela Toyota, enquanto Felipe Massa viu sua perspectiva de competir pela Jordan reduzir-se, por conta do erro cometido no começo da corrida de Suzuka, domingo, e o excepcional trabalho de Takuma Sato, com a Jordan, na mesma prova, onde foi quinto colocado e levou a escuderia ao sexto lugar entre os construtores. Na pior das hipóteses, porém, Massa será piloto de testes da Ferrari, convite já feito.

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.