Zanardi não corre mais risco de vida

Alessandro Zanardi não corre mais risco de vida, segundo os médicos que o assistem no Hospital Klinikum-Berlin-Marszahn, onde está internado na UTI desde sábado. O italiano sofreu grave acidente no GP da Alemanha de F-Indy e, como conseqüência, teve a amputação de suas pernas. Ele continua em coma induzido e foi submetido hoje a uma segunda cirurgia, para retirada de fragmentos de ossos na região das amputações, com o objetivo de evitar infecções. ?As feridas cicatrizaram como queríamos. No momento, o risco de vida está afastado??, disse o médico Walter Schffartzik. No entanto, ele fez uma advertência: ?Temos de ficar alertas, porque complicações podem surgir a qualquer momento??. Schffartzik se referiu ao risco de Zanardi, de 34 anos, vir a sofrer de problemas renais ou ter parada cardíaca ou respiratória, o que agravaria o quadro clínico. Ele continua recebendo transfusões de sangue. O piloto também sofreu fratura da bacia. O acidente envolvendo Zanardi e o canadense Alex Tagliani não deve ser investigado pelas autoridades alemãs. ?Só fazemos investigações se a vítima morre??, disse Petra Hartwing, promotora de Cottbus, na região onde fica o circuito de Lausitzring.

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.