Duda Bairros/Vicar
Duda Bairros/Vicar

Zonta dá show e vence sua 2ª Corrida do Milhão em Interlagos; Barrichelo é 4º

'O carro era tão bom que toda volta eu estava chegando um pouquinho, e sobrou botão de ultrapassagem', exaltou o piloto

Redação, Estadão Conteúdo

23 de agosto de 2020 | 16h06

Depois de vencer a primeira prova da temporada 2020 em Goiânia e completar o pódio da etapa disputada neste sábado em Interlagos, Ricardo Zonta voltou a brilhar no circuito paulistano neste domingo e venceu sua segunda Corrida do Milhão na Stock Car.

"Foi fantástico! O carro era tão bom que toda volta eu estava chegando um pouquinho, e sobrou botão de ultrapassagem. Agradeço aos fãs pelo Fan Push, o carro estava fantástico. Depois do pit, com sete segundos na liderança, foi só administrar", celebrou.

O piloto da Shell V-Power largou da terceira posição com o Toyota Corolla e pulou para a vice-liderança após a largada, superando o argentino Matías Rossi, da equipe Full Time Sports, que também guia o carro da montadora japonesa.

Daí em diante, Zonta começou a perseguição a Cesar Ramos, que largou da pole pela segunda vez consecutiva com o Corolla da Ipiranga Racing. O piloto da Shell chegou a escapar em uma curva, mas se impôs diante do Chevrolet Cruze de Diego Nunes, da Blau Motorsport.

Com isso, Zonta se manteve em segundo e se valeu da estratégia para superar Ramos, que fez pit stop mais lento. Assim, conseguiu assumir a ponta, não foi mais incomodado e venceu a Corrida do Milhão Solidário, cujo prêmio será doado para o combate à covid-19.

Ramos se manteve tranquilo na vice-liderança até o fim da prova, terminando à frente do Chevrolet Cruze de Denis Navarro, que teve grande atuação com a equipe Cavaleiro Sports e completou o pódio após largar em oitavo.

A quarta posição ficou com o Corolla de Rubens Barrichello. Bicampeão da Corrida do Milhão com dois triunfos em Goiânia, o piloto da Full Time Sports tentava a glória inédita em Interlagos, mas largou do 22º posto e precisou fazer uma brilhante prova de recuperação.

O mesmo vale para Ricardo Maurício, vencedor de duas temporadas da Stock Car que segue com o Cruze em 2020. Também bicampeão da Corrida do Milhão, tendo vencido no ano passado em Interlagos, o piloto da Eurofarma saiu de 21º para completar o top-5.

O outro piloto da Ipiranga Racing, Thiago Camilo, brigou pelo pódio durante a maior parte da prova, mas sofreu com o desgaste de pneus e não conseguiu levar seu Corolla ao top-3, completando a etapa na sexta colocação.

Guilherme Salas, com o Chevrolet da KTF Sports, foi o sétimo, à frente do Cruze de Átila Abreu, da Shell Crown. A nona posição ficou com Allam Khodair, da Blau Motorsport, também com o carro da montadora norte-americana. O 10º foi Julio Campos, com o Cruze da Lubrax Crown.

Atual tricampeão, Daniel Serra, da Eurofarma, teve problemas no câmbio de seu Chevrolet e não largou. Vencedor neste sábado, Nelsinho Piquet também teve avarias e abandonou com o Corolla da Full Time Sports no fim da prova.

Zonta se isolou na liderança do campeonato, com 82 pontos, quatro a mais que o vice-líder Cesar Ramos. Barrichelo aparece na sequência, com 71.

Encontrou algum erro? Entre em contato

Comentários

Os comentários são exclusivos para assinantes do Estadão.

Tendências:

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.