Algozes do Rexona, turco Eczacibasi e italiano Casalmaggiore decidem o Mundial

Brasileiros disputam 'torneio de consolação' para determinar quinto colocado

Estadão Conteúdo

22 Outubro 2016 | 15h58

Os algozes do Rexona-Sesc Rio vão decidir o Mundial de Clubes Feminino de Vôlei, que está sendo realizado nas Filipinas. Neste sábado, o turco Eczacibasi e o italiano Pomi Casalmaggiore venceram seus jogos pelas semifinais e asseguraram presença na decisão do torneio, marcada para este domingo.

Na fase de grupos, os finalistas do Mundial derrotaram o time brasileiro por 3 sets a 2, o que provocou a sua queda precoce na competição, com apenas um triunfo em três jogos. Neste sábado, então, Eczacibasi e Casalmaggiore venceram suas partidas até com um pouco mais de facilidade, em quatro sets.

Em um confronto entre duas equipes da Turquia, o Eczacibasi, que conta no seu elenco com a brasileira Thaisa, se deu melhor ao bater o Vakifbank por 3 a 1, com parciais de 25/23, 19/25, 25/17 e 25/23. Assim, superou o time da chinesa Zhu Ting, eleita a melhor jogadora da Olimpíada do Rio.

Já o Casalmaggiore, o atual campeão europeu, derrotou o suíço Volero Zurich pelo mesmo placar, mas de virada, com parciais de 25/27, 25/23, 25/17 e 25/23. Com o resultado, impediu um confronto entre jogadoras brasileiras na decisão, pois o time da Suíça, que estava invicto no torneio, conta com as brasileiras Mari Paraíba e Fabíola.

As equipes finalistas se enfrentaram na fase de grupos do Mundial, com vitória por 3 sets a 0 do Eczacibasi, que foi campeão mundial no ano passado. A decisão está agendada para as 9 horas (de Brasília) deste domingo.

Eliminado na fase de grupos, resta ao Rexona a disputa do "torneio de consolação". E neste sábado, a equipe se deu bem, assegurando presença no duelo que determinará o quinto colocado. O time do Rio de Janeiro derrotou o Bangkok Glass, da Tailândia, por 3 sets a 0, com parciais de 25/19, 25/15 e 25/20.

Monique foi o principal destaque do triunfo do time dirigido por Bernardinho ao marcar 13 pontos. Já a holandesa Anne Bujis fez nove. O adversário do time do Rio de Janeiro na luta pelo quinto lugar será o japonês Hisamitsu Springs, que venceu por 3 sets a 0 (25/15, 25/18 e 25/21) o filipino PSL-F2 Logistics Manila.

Encontrou algum erro? Entre em contato

publicidade

publicidade

publicidade

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.