Reuters
Reuters

Aos 38 anos, estrela da seleção feminina de vôlei da Itália morre de hepatite

Sara Anzanello fez parte do time campeão mundial em 2002, na Alemanha

Estadao Conteudo

25 Outubro 2018 | 22h54

Sara Anzanello, de 38 anos, morreu nesta quinta-feira, vítima de hepatite. Ela foi a principal jogadora da seleção feminina de vôlei da Itália que conquistou o Mundial de 2002, na Alemanha, ao derrotar os Estados Unidos na final.

A atleta foi submetida a um transplante de fígado em 2013, quando defendia uma equipe no Azerbaijão. Devido à doença, Sara fez parte de vários programas de incentivo de doação de órgãos, além de trabalhar na formação de jogadores de vôlei em categorias de base pela equipe do Novara, equipe na qual encerrou a carreira.

Sara Anzanello nasceu em 30 de julho de 1980, na cidade de San Donà di Piave, próxima de Veneza. Começou a carreira no vôlei pelo Novara, com menos de 18 anos. Ela ganhou três Copas da Itália, duas Supercopas, o Mundial de 2002, duas pratas no Grand Prix (2004 e 2005), outra prata no Campeonato Europeu, em 2005, e duas Copas do Mundo, em 2007 e 2011, mesmo ano em que se aposentou da seleção. Ela fez 278 partidas pela seleção italiana.

Neste mês, a seleção da Itália ficou com o vice-campeonato de vôlei feminino, ao perder para a Sérvia na final do torneio, disputado no Japão.

 

 

Mais conteúdo sobre:
vôleiSara Anzanello

Encontrou algum erro? Entre em contato

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.