Sebastião Moreira/EFE
Sebastião Moreira/EFE

Zé Roberto cobra evolução da seleção feminina de vôlei

Apesar de passar de fase, treinador se preocupa com passe do time

Estadão Conteúdo

12 de julho de 2015 | 16h37

O técnico José Roberto Guimarães festejou neste domingo, no Ginásio do Ibirapuera, em São Paulo, uma nova vitória da seleção brasileira feminina de vôlei. Desta vez o time nacional venceu a Alemanha por 3 sets a 0, com parciais de 26/24, 25/22 e 26/24, e acumulou seu sexto triunfo em seis jogos no Grand Prix.

Apesar do ótimo retrospecto, o treinador voltou a cobrar evolução da equipe, que exibiu deficiências no passe diante das alemãs. "Foi uma vitória importante, mas sempre queremos mais. Ainda precisamos melhorar nossa parte defensiva. A Alemanha sacou muito bem e tivemos que ajustar o nosso passe ao longo do jogo", ressaltou o comandante, que já vislumbra as partidas que o Brasil fará entre sexta-feira e domingo, contra Rússia, Itália e Bélgica, em Catânia (ITA), pelo Grupo F do torneio.

"Essas três partidas em São Paulo foram muito positivas e agora vamos focar na sequência no Grand Prix e nos Jogos Pan-Americanos", disse Zé Roberto, ao comentar também as vitórias obtidas sobre Bélgica e Tailândia, respectivamente na sexta e no sábado, na capital paulista.

A bicampeã olímpica Jaqueline, por sua vez, festejou o fato de que conseguiu ganhar mais ritmo de jogo visando os próximos desafios na competição. Ela entrou em quadra substituindo Fernanda Garay ainda no primeiro set. "Estou muito feliz pela partida de hoje. O mais importante foi ter ajudado o time. Tenho treinado bastante e o confronto contra a Alemanha foi bom para ganhar um pouco mais de ritmo de jogo. Teremos duas competições fortes nas próximas semanas e estou muito confiante na boa participação do Brasil em ambas", destacou.

Tudo o que sabemos sobre:
vôleiGrand PrixBrasilZé Roberto

Encontrou algum erro? Entre em contato

Comentários

Os comentários são exclusivos para assinantes do Estadão.

Tendências:

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.