JF Diório|Estadão
JF Diório|Estadão

Após 3ª vitória no Mundial, Zé Roberto elogia reservas e aponta falhas na defesa

Técnico diz que vai exigir mais das atletas a qualidade no bloqueio

Estadão Conteúdo

03 Outubro 2018 | 13h46

O técnico José Roberto Guimarães elogiou o grupo de jogadoras da seleção brasileira, após a vitória sobre o Quênia, nesta quarta-feira, a terceira no Mundial que está sendo disputado no Japão. Mas o treinador também fez uma advertência.

"É muito bom ter várias opções boas para mexer no time. Todas têm entrado e mantido um bom nível, mas precisamos defender mais. Fechar melhor o bloqueio, posicionar melhor na defesa e não deixar cair as bolas", disse o treinador, que iniciou o jogo contra as quenianas com Dani Lins, Tandara, Fê Garay, Gabi, Carol, Bia, além da líbero Suelen. Entraram ainda Natália, Drussyla, Roberta, Rosamaria e Gabiru.

Apesar dos 12 bloqueios diante da fraca seleção do Quênia, Zé Roberto afirmou que vai exigir mais das atletas nos treinamentos neste fundamento. "Tivemos um exemplo do que é não defender bem diante da Sérvia, que conta com um grande ataque. A partir da próxima fase os jogos serão mais complicados e por isso precisamos criar dificuldades para os adversários."

Com vaga já garantida na segunda fase da competição, o Brasil volta à quadra nesta quinta-feira, às 7h20 (horário de Brasília), para enfrentar o Casaquistão. A seleção está em segundo lugar no Grupo D, atrás da Sérvia, de quem perdeu na terceira rodada.

As quatro seleções primeiras colocadas de cada grupo passam para a segunda fase, que vai dividir as 16 equipes em dois grupos de oito. Os três primeiros colocados vão para a terceira fase e irão compor dois grupos de três. Os dois melhores de cada chave passarão às semifinais.

 

Encontrou algum erro? Entre em contato

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.