Alexandre Arruda/CBV
Alexandre Arruda/CBV

Após derrota, Brasil projeta evolução na Liga Mundial

Em quatro jogos disputados, a seleção brasileira masculina de vôlei já perdeu três vezes. Nesta sexta-feira, voltou a ser derrotada, agora pela Polônia, por 3 sets a 0, em Maringá (PR) - antes, ganhou dos poloneses no dia anterior e caiu duas vezes diante da Itália, na semana passada, em Jaraguá do Sul (SC). Para os jogadores, já é hora do time mostrar evolução na competição, projetando melhora no dois confrontos com o Irã, no próximo fim de semana, em São Paulo.

AE, Agência Estado

30 de maio de 2014 | 18h53

"Todos que estão aqui, apesar da idade, possuem experiência internacional e disputam Superliga, que é um campeonato muito forte. Está faltando ritmo de jogo. Não fomos bem individualmente, pois ainda cometemos muitos erros. São coisas que precisamos treinar. Ainda não tivemos tempo suficiente, mas já está na hora de começarmos a mostrar algo melhor. Vamos buscar essa evolução cada vez maior", afirmou o ponteiro Murilo, um dos mais experientes do time do técnico Bernardinho. "Vamos treinar bastante essa semana para chegarmos bem na próxima etapa, em São Paulo. O que vier será consequência disso", completou Lucarelli.

Já Lucão admitiu que ainda falta ao Brasil ter mais regularidade. "O primeiro fim de semana foi muito irregular para o nosso time. É uma equipe nova, renovada, que ainda sente um pouco mais a pressão do que os times anteriores. Não está faltando empenho e dedicação de ninguém. Mais do que estamos treinando é muito difícil", disse o central. "Vamos agora colocar na cabeça que vai fluir de novo. Espero que seja como em 2012, quando não começamos bem, mas reagimos, conseguimos a classificação e, no mesmo ano, fizemos uma final olímpica."

Tudo o que sabemos sobre:
vôleiLiga Mundial

Encontrou algum erro? Entre em contato

Comentários

Os comentários são exclusivos para assinantes do Estadão.

Tendências:

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.