Após derrota, Zé Roberto já mira o bronze no Mundial

Após derrota, Zé Roberto já mira o bronze no Mundial

Após admitir superioridade dos EUA em partida válida pela semifinal, técnico da seleção afirma que equipe vai busca terceira colocação

Estadão Conteúdo

11 de outubro de 2014 | 16h37

A primeira derrota da seleção brasileira feminina de vôlei no Mundial da Itália foi fatal. Neste sábado, ao cair por 3 sets a 0 diante dos Estados Unidos (25/18, 29/27 e 25/20), as comandadas de José Roberto Guimarães foram eliminadas na semifinal e viram ruir o sonho do primeiro título da competição. No domingo, no entanto, a equipe disputará a decisão do terceiro lugar e o treinador só pensa nisso.

"Os Estados Unidos estão de parabéns. Elas erraram muito pouco e mereceram. Essa partida não traduz tudo o que fizemos no campeonato, mas elas foram superiores. A Hill e Larson tiveram grandes atuações. Ainda temos uma partida importante amanhã. Vamos buscar esse bronze", declarou.

No duelo deste sábado, o Brasil foi surpreendido por uma atuação inspirada dos Estados Unidos, com desempenhos destacados de Jordan Larson-Burbach e Kimberly Hill. A própria seleção, no entanto, também contribuiu para a derrota ao apresentar um vôlei muito inferior ao que vinha sendo jogado pelo time.

"Hoje, não conseguimos executar o nosso jogo e isso é mérito delas. Fizemos um bom campeonato e temos que buscar essa medalha de bronze. Precisamos esfriar a cabeça e pensar na partida de amanhã", declarou Fabiana.

Depois de um primeiro set dominado pelas norte-americanas, o Brasil reagiu no segundo, esteve à frente em boa parte dele, mas acabou sucumbindo no fim. Na terceira parcial, desanimada, a equipe mais uma vez viu as adversárias soberanas.

"As norte-americanas foram melhores. Elas colocaram o nosso time em dificuldade e defenderam muito bem. A vitória foi mérito delas. Tivemos nossas chances no segundo set, mas não conseguimos aproveitar. Agora, temos que levantar a cabeça e lutar pela medalha de bronze", comentou Sheilla.

Encontrou algum erro? Entre em contato

Comentários

Os comentários são exclusivos para assinantes do Estadão.

Tendências:

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.