Gaspar Nóbrega/COB
Gaspar Nóbrega/COB

Após encerrar parceria com Álvaro Filho, Alison forma dupla com Guto Carvalhaes no vôlei de praia

'Mamute' e Guto, atual campeão do SuperPraia, têm estreia marcada para o final do mês, na etapa de abertura do Circuito Brasileiro 2021–2022

Redação, O Estado de S.Paulo

03 de setembro de 2021 | 12h55

Alison Cerutti, o ‘Mamute’, tem uma nova dupla no vôlei de praia. Nesta sexta, o campeão da Olimpíada do Rio-2016 oficializou a parceria com Guto Carvalhaes, atual campeão do SuperPraia. A estreia dos dois está programada para o final do mês, na etapa de abertura do Circuito Brasileiro 2021–2022. O evento ocorre entre os dias 24 e 26 na Escola de Educação Física do Exército, na Urca, Rio de Janeiro. 

Prata em Londres-2012, Alison elogiou o novo companheiro, atual vice-campeão brasileiro. “Guto é um jogador de muito talento, extremamente habilidoso, um dos melhores jogadores de defesa do mundo e sua regularidade dá muita consistência ao jogo”, disse. “É um atleta que se acostumou a ganhar títulos na base e que vem conquistando, ano a ano, o seu espaço no cenário internacional. Aos poucos nosso time vai ganhar forma, é preciso paciência e muito trabalho. Motivação não vai faltar”, garantiu.

Citando estar ao lado de um ídolo, Guto destacou a preparação que teve com Arthur Mariano, sua antiga dupla, para a próxima edição dos Jogos Olímpicos, em 2024. “Venho me preparando há algum tempo para esse ciclo de Paris. Acho que construí um caminho muito importante ao lado do Arthur. Jogamos um ano juntos e acho que somamos muito um ao outro, foi um período importante. Agora terei a oportunidade de escrever uma nova história ao lado de um cara que também é um ídolo para mim”, disse.

O atleta de 28 anos ainda afirmou que espera conseguir absorver tudo que for possível de Alison e também ajudá-lo no que estiver ao seu alcance. “Tenho o sonho de disputar as Olimpíadas e vamos buscar os melhores resultados possíveis juntos. Estou muito feliz e empolgado com essa nova fase da minha carreira", disse.

Um mês após a Olimpíada de Tóquio, Alison e Álvaro Filho anunciaram o fim da parceria que começou em maio de 2019. Apesar de terem alcançado o quarto lugar do ranking mundial no ano seguinte, a dupla foi eliminada nas quartas de final dos Jogos por Plavins e Tocs, da Letônia

Das quatro duplas brasileiras que estiveram no Japão, apenas Ágatha e Duda estão juntas. Foi a primeira vez que o Brasil passou em branco no vôlei de praia em uma Olimpíada. Na quarta, Álvaro Filho e Evandro, que jogou com Bruno Schmidt em Tóquio, formaram parceria para o novo ciclo olímpico.

Encontrou algum erro? Entre em contato

Comentários

Os comentários são exclusivos para assinantes do Estadão.

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.