Após polêmica, seleção de vôlei se concentra no torneio

Depois da polêmica do voo em classe econômica, com a reclamação pública da oposto Sheilla à Confederação Brasileira de Vôlei (CBV), a seleção brasileira já começou a treinar em Ica, no Peru, onde estreia nesta quarta-feira no Campeonato Sul-Americano. E a ordem agora é esquecer os problemas da viagem para poder se concentrar na disputa da competição que classifica para o Mundial de 2014.

AE, Agência Estado

16 de setembro de 2013 | 17h49

Sheilla usou as redes sociais no domingo para reclamar da viagem para o Peru - a oposto Thaisa também endossou as críticas. Ela explicou que a classe econômica do avião não tem o espaço necessário para jogadoras com mais de 1,80m e que voar de executiva teria sido um direito adquirido após a conquista do título olímpico em 2008. A CBV, no entanto, não se manifestou publicamente sobre o caso.

Passada a polêmica, a seleção trata de se concentrar no Sul-Americano, já fazendo nesta segunda-feira o primeiro treino no Peru. "Participamos de vários torneios internacionais neste ano e enfrentamos viagens longas. Sinto uma motivação muito grande das meninas. No treino da academia, ficou nítido que elas estão prontas para buscar uma superação", afirmou o preparador físico José Elias Proença.

"A viagem foi cansativa e o treino foi mais para soltar a nossa musculatura, além de nos acostumarmos ao ginásio de jogo", contou a ponteira Gabi, que tem apenas 19 anos e tem sido um dos destaques da seleção na temporada, com papel decisivo na conquista do título do Grand Prix. Agora, ela encara o Sul-Americano. "Este é um campeonato muito importante para nós e vamos buscar essas vagas."

Além de classificar para o Mundial de 2014, o campeonato no Peru dá vaga na Copa dos Campeões, que acontecerá em novembro. Na história do Sul-Americano, o Brasil chegou à final das 28 participações que teve - só não esteve na disputa da edição de 1964 -, conquistando 17 títulos, incluindo os últimos nove. Atual bicampeã olímpica, a seleção brasileira é novamente favorita na competição.

Encontrou algum erro? Entre em contato

Comentários

Os comentários são exclusivos para assinantes do Estadão.

Tendências:

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.