Após sete anos e tetra da Superliga, Wallace troca o Cruzeiro pelo Taubaté

O sucesso do projeto do Sada/Cruzeiro obrigou o clube mineiro, atual tricampeão consecutivo da Superliga Masculina de Vôlei, a abrir mão do seu jogador símbolo. Nesta sexta-feira, após uma semana de especulações, o Funvic/Taubaté confirmou a contratação do oposto Wallace, que vai para o interior de São Paulo acompanhado do central Éder. Os dois estão entre os 18 jogadores que começam a preparação da seleção brasileira para os Jogos Olímpicos do Rio.

Estadão Conteúdo

15 de abril de 2016 | 20h49

A saída de Wallace e Éder foi necessária porque, desde 1992, a Confederação Brasileira de Vôlei (CBV) mantém um ranking que determina uma pontuação para cada atleta. Para equilibrar os times, cada elenco pode somar 40 pontos, apenas. Wallace chegou ao Sada há sete anos como um jogador "dois pontos" e agora está no nível máximo, de "sete pontos".

A atualização do ranking mostra Leal e Isac com sete pontos e o levantador Willian Arjona com cinco (é um jogador de sete, mas tem bonificação pela idade). Como os dois primeiros têm contrato de dois anos e o levantador é "insubstituível", a diretoria optou por não cobrir a oferta do Taubaté por Wallace e também por Éder.

Além deles, o Taubaté também contratou o líbero Mario Junior e o levantador Danilo Gelinski, que chega para ser reserva. O ponteiro Lucarelli renovou, assim como o levantador Rapha (ambos são da seleção) e o central Otávio.

Encontrou algum erro? Entre em contato

Comentários

Os comentários são exclusivos para assinantes do Estadão.

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.