Divulgação/CBV
Divulgação/CBV

Após vitória, Bernardinho destaca maturidade da seleção

Treinador afirma que a equipe brasileira soube concluir nos momentos cruciais do jogo contra a Polônia

Agencia Estado

27 de junho de 2009 | 20h34

A seleção brasileira começou bem neste sábado a sequência de jogos pela Liga Mundial no exterior. Em Lodz, na Polônia, venceu o time local com facilidade, por 3 sets a 0, e demonstrou tranquilidade nos momentos decisivos. Para o técnico Bernardinho, esse foi o maior trunfo da equipe na partida. "Nos momentos cruciais, eles não souberam concluir e nós, sim. A diferença técnica e nossa maior maturidade acabaram prevalecendo", analisou o treinador.

Veja também:

linkBrasil bate a Polônia fora de casa pela Liga Mundial

O ponteiro Giba também pensa de forma semelhante. "É muito importante saber ter calma nos momentos difíceis. Só assim podemos reverter a situação. Com isso, acabamos aproveitando a inexperiência dos poloneses. Até atingirmos o ápice de nossa forma, é importante para o grupo ter calma. Enquanto o entrosamento ainda não está 100%, as coisas fluem mais fáceis desse modo", afirmou o capitão da seleção brasileira na Liga Mundial.

Já o levantador Bruno, ainda fez questão de ressaltar as alterações promovidas por Bernardinho. "Nossa melhora nos momentos decisivos também devem ser creditadas às inversões que fizemos. O Marlon e o Leandrão (Leandro Vissotto) entraram muito bem e nos ajudaram a sair com esse importante resultado", disse.

"A função tática da inversão é mesmo essa, levantar a estatura do bloqueio. Hoje (sábado) isso deu muito certo", concordou o também levantador Marlon.

Agora, o Brasil volta a atuar pela Liga Mundial neste domingo, em novo confronto contra a Polônia. Na sequência, terá dois jogos diante da Finlândia, também fora de casa. A seleção brasileira lidera o Grupo D da competição, com 14 pontos. Os finlandeses, com nove, aparecem na segunda posição da chave.

Encontrou algum erro? Entre em contato

Tendências:

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.