Divulgação/ Fivb
Divulgação/ Fivb

Após vitória, Renan freia entusiasmo e diz que seleção de vôlei precisa evoluir

Equipe vence a Itália e comandante prega cautela após resultado

Estadao Conteudo

04 de junho de 2017 | 14h34

A boa vitória neste domingo sobre a Itália por 3 sets a 1, com parciais de 25/15, 17/25, 25/23 e 25/22, pela Liga Mundial, foi recebida com certa cautela por Renan Dal Zotto. Embora tenha celebrado o importante resultado, o treinador assegurou que a seleção brasileira masculina de vôlei ainda tem muito a evoluir.

Renan assumiu o comando da equipe no lugar de Bernardinho e, em seus primeiros jogos, disputados em Pesaro, na Itália, perdeu da Polônia por 3 a 2 e ganhou do Irã por 3 a 1, além do triunfo deste domingo.

Leia Também

Tudo sobre vôlei

"Quando vencemos, saímos satisfeitos, claro, mas é preciso analisar tecnicamente. E sabemos que ainda temos uma longa estrada para evoluir", reconheceu o treinador, que apostou na manutenção da base de Bernardinho em sua primeira convocação.

Embora cauteloso, Renan festejou o resultado e parabenizou os atletas da seleção. "Estou muito feliz porque a garotada se empenhou ao máximo o tempo todo, jogamos cada ponto como se fosse o último e esse espírito está muito legal. Além disso, tivemos bons momentos no jogo, algumas oscilações durante o set, mas vamos melhorar", prometeu.

Um dos destaques do duelo, com 15 pontos anotados, o ponteiro Lucarelli avaliou que o resultado foi importante para dar confiança ao trabalho de Renan. "Estamos muito felizes. Precisávamos dessa vitória para continuar dando confiança para este grupo. Estamos trabalhando com mudanças, alguns testes, primeiro ano do Renan também, então é muito importante conseguir essa confiança. Saímos felizes desta primeira fase."

A próxima etapa da Liga Mundial será disputada em Varna, na Bulgária, onde a seleção brasileira enfrentará o Canadá, a Polônia e os donos da casa nos dias 9, 10 e 11. O time de Renan, porém, já está garantido na fase final por ser o anfitrião - ela será disputada na Arena da Baixada, em Curitiba.

Tudo o que sabemos sobre:
seleção brasileiravôlei

Encontrou algum erro? Entre em contato

Comentários

Os comentários são exclusivos para assinantes do Estadão.

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.