BCN/Osasco abre a Salonpas Cup

BCN/Osasco e o La Rochette, da França, fazem às 10h30 deste sábado o jogo de abertura da Salonpas Cup, que será disputada até o dia 4, no ginásio Paulo Sarazate, em Fortaleza (CE). Na segunda partida, o MRV/Minas, atual campeã da Superliga Feminina de Vôlei, enfrenta a equipe japonesa do Hisamitsu Springs, às 16 horas, com transmissão ao vivo da Rede Bandeirantes. Encerrando a rodada, às 18h30, jogam Rexona e Washington DC (EUA).Para o técnico José Roberto Guimarães, do BCN, que busca o bicampeonato, a competição ajuda na preparação das equipes para a temporada brasileira, além de permitir o intercâmbio entre vários países. "É uma chance para ver como está o vôlei no mundo." Nesse início de temporada, o treinador do BCN acredita que o time ainda estará aquém do que pode render até o término da competição. "Estamos voltando e ainda temos de ajustar o grupo."O técnico Antônio Rizzola, do MRV/Minas, com o grupo renovado em relação à temporada passada, acredita que a equipe japonesa é uma das principais favoritas ao título e será uma adversária difícil. Rizzola não terá Érika, que renovou contrato com o Minas, mas não viajou para Fortaleza. Mas poderá contar com Elisângela e Ângela Moraes, que permaneceram no time campeão brasileiro na temporada.Raquel e Walewska são as mais experientes do renovado Rexona, time com média de idade de 21,3 anos e 1,82 m de altura. Como o time do Washington não tem nenhuma jogadora da seleção dos Estados Unidos, Hélio Griner, assim como os outros treinadores, não possui informações sobre o primeiro adversário. "Precisamos apresentar um nível aceitável, mas estou preocupado com quanto a minha equipe pode evoluir após a renovação."O Rexona contratou três jogadoras do São Caetano/Açúcar União - Juliana, Fernandinha e Flávia -, perdeu Sassá e ainda não renovou com Tali.

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.