Divulgação/CBV - 18/7/2009
Divulgação/CBV - 18/7/2009

Benjamin, do vôlei de praia, é detido por documento falso

Atleta pagou R$ 200 para um despachante conseguir uma Carteira Nacional de Habilitação falsificada

estadao.com.br,

23 de março de 2010 | 18h57

O jogador de vôlei de praia Benjamin confessou que pagou R$ 200 para comprar uma Carteira Nacional de Habilitação (CNH) falsificada. O atleta, que disputou os Jogos de 2004, foi detido na noite desta segunda-feira em Vitória, no Espírito Santo, por causa do documento.

 

Primeiro, Benjamin alegou que não conhecia que sua CNH era falsa. No entanto, o atleta mudou o discurso no depoimento à polícia e confirmou que contratou um despachante para ter a CNH falsificada, segundo informou a TV Gazeta de Vitória.

 

Benjamin foi detido pela polícia após um acidente em Vitória. O próprio jogador ligou para os policiais depois que um caminhar atingiu seu carro. Os oficiais, no entanto, constataram que a documentação do atleta estava irregular e o levaram para a delegacia.

Tudo o que sabemos sobre:
Vôlei de praiaBenjamimCNH

Encontrou algum erro? Entre em contato

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.