Bernardinho aprova estreia e prevê rodízio na seleção no Sul-Americano

O técnico Bernardinho aprovou a estreia da seleção brasileira no Sul-Americano, disputado em Maceió. O treinador reconheceu a facilidade da equipe na vitória sobre o Peru, por 3 sets a 0, nesta quarta-feira, e já avisou que pretende utilizar todos os jogadores disponíveis ao longo da competição.

Estadão Conteúdo

30 de setembro de 2015 | 22h16

"Fizemos os dois primeiros sets praticamente sem erros e, com isso, abrimos uma frente muito grande. No terceiro começamos errando e depois o time se reencontrou", comentou Bernardinho. "Mudei o time com os que tinham condições de jogar e temos apenas 12 jogadores, sendo dois líberos. Vou usar todo o grupo com o máximo de bom senso possível pensando no fim de semana."

O técnico aproveitou o duelo tranquilo na estreia para dar ritmo de jogo a vários jogadores, incluindo o estreante Kadu, de 21 anos. "Estava um pouco nervoso no início, mas aos poucos fui me sentindo mais solto, consegui fazer um bom jogo", disse Kadu, que sonha com vaga no time nos Jogos Olímpicos.

"Desde pequeno eu tenho o sonho de vestir a camisa da seleção principal, quem sabe disputar uma edição dos Jogos Olímpicos, e estar dentro de quadra com grandes jogadores é muito importante para mim", completou o jogador, que começou a partida como titular.

Além dele, foram titulares Bruninho, Evandro, Lucas Lóh, Kadu, Isac e Maurício Souza. O time contou ainda com o líbero Serginho. Rapha entrou no decorrer da partida. Para o segundo jogo, contra o Chile, o treinador poderá contar com o ponteiro Murilo, convocado de última hora para completar o elenco, após as baixas de Lipe e Maurício Borges, lesionados.

Encontrou algum erro? Entre em contato

Comentários

Os comentários são exclusivos para assinantes do Estadão.

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.