Bernardinho convoca três novatos

Uma lista que inclui o nome de três jogadores chamados pela primeira vez - André, Ezinho e Escadinha - e quatro da geração campeã olímpica em Barcelona/1992 - Maurício, Marcelo Negrão, Giovane e Douglas. É o grupo convocado pela nova comissão técnica da seleção brasileira, de Bernardinho, que teve como principal preocupação "não rotular" nenhum jogador - se era amigo ou inimigo deste ou daquele, se estava na última seleção ou se é baixinho. Nada disso foi considerado, segundo Renan Dal Zotto, coordenador-técnico da seleção.A lista também confirma Ricardo Tabach como assistente e José Inácio Salles como preparador-físico. Os dois integraram a comissão de Bernardinho na seleção feminina, bronze em Sydney. Segundo Renan, desde que Bernardinho se dispôs a assumir esse trabalho, em novembro, passou a acompanhar a Superliga e as estatísticas, atento ao desempenho de cada jogador. "Fomos trocando idéias, com a decisão de não colocar nenhum rótulo". Bernardinho, que não quer comentar detalhes sobre a seleção porque a Superliga ainda não terminou, observou, em uma declaração à Confederação Brasileira de Vôlei, que esta é uma pré-convocação.Divulgou a relação nesta quinta-feira por causa do fim do prazo dado pela Federação Internacional de Vôlei para a inscrição dos atletas. "Ainda teremos jogos acirrados, a pressão crescerá e as observações continuam até 30 de abril", disse, referindo-se ao prazo final para mudanças na lista. A competição terá início em 11 de maio e o Brasil está no grupo D, juntamente com Holanda, Alemanha e Estados Unidos.Além dos atacantes André e Ezinho, do Telemig Celular/Minas, assim como o líbero do Banespa, Sérgio Santos, o Escadinha, a lista mostra que Henrique, também do Minas, "quase uma unanimidade hoje", segundo Renan, consolida-se na seleção. Do grupo de Sydney saíram os atacantes Max e Tande e o líbero Kid. Os demais convocados: Marcelo Elgarten, André Heller, Giba, Ricardo Roim, Nalbert, Gustavo, Rodrigão, Xanxa, Ricardinho e Dante. A seleção começa a treinar, no Rio, no dia 16 de abril. O primeiro adversário do Brasil será a Holanda, nos dias 11 e 13 de maio.

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.