Bernardinho defende valorização de Fernanda Venturini

Assim como já tinha feito no domingo, ainda no Japão, Bernardinho voltou a dedicar o título de campeão mundial à sua esposa, a ex-jogadora Fernanda Venturini. ?Ela fez treinadores se tornarem vitoriosos, inclusive eu, e transformou jogadoras medíocres em atletas de seleção?, afirmou o técnico do Brasil, ao desembarcar nesta terça-feira, no Rio.Desde a conquista do título, Bernardinho iniciou uma campanha de valorização a Fernanda Venturini, chegando até a alfinetar seu colega José Roberto Guimarães, técnico da seleção feminina de vôlei. Mas ele garante seu papel, nesse caso, é apenas dimensionar a importância da ex-levantadora no esporte brasileiro.?Não há como negar que a Fernanda é a maior jogadora de vôlei da história do Brasil. Uma jogadora que transformou uma seleção competitiva em vitoriosa?, afirmou Bernardinho. ?Acho muito pouco reconhecimento. Você não precisa valorizar uma pessoa em detrimento da outra.?Enquanto os jogadores da seleção seguiram para São Paulo, onde fizeram desfile em carro aberto pelas ruas da cidade, Bernardinho fugiu da festa e seguiu direto para o Rio. Ele revelou que já volta ao trabalho nesta quarta-feira, quando reassume o time do Rio de Janeiro, que no sábado estréia na Superliga Feminina, contra o Vôlei Futuro, no Ginásio do Tijuca, no Rio.

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.