Divulgação/CBV - 20/7/2010
Divulgação/CBV - 20/7/2010

Bernardinho pede desculpas pelo 'jogo da vergonha'

Em entrevista à revista, treinador admite que seleção brasileira perdeu de propósito para a Bulgária no Mundial para ter a vida facilidade na fase decisiva

O Estado de S. Paulo,

08 de novembro de 2010 | 21h12

Em entrevista à revista Alfa, que estará sexta-feira nas bancas, o técnico Bernardinho falou sobre o jogo no qual o a seleção brasileira masculina de vôlei perdeu de propósito para a Bulgária no Campeonato Mundial da Itália e pediu desculpas à torcida, apesar do tricampeonato conquistado.

 

Segundo a publicação, o treinador explicou por que desconversou sobre o assunto durante a competição. "Chegar e admitir isso no meio do campeonato poderia resultar em sanções", disse, sem esquecer de outros resultados "estranhos", como os da Rússia e da Sérvia. "A gente tinha de tomar um caminho. Mas é um caminho que eu nunca quero tomar de novo", declarou sobre o encontro que ficou conhecido como o "jogo da vergonha".

 

Bernardinho admite que o encontro o abalou a ponto de ficar constrangido de falar com o pai e também revelou bastidores de antes do confronto, quando um jogador búlgaro teria revelado ao ponta Giba que seu time jogaria para perder.

 

O técnico falou da revolta da equipe com o regulamento do campeonato no qual a derrota beneficiaria o time mais do que a vitória e explicou que tomou a decisão para evitar que o time sucumbisse ao desgaste físico nos momentos decisivos do Mundial. "Eu queria pedir desculpas às pessoas. Se você me perguntar se eu me orgulho, eu digo: ‘De forma nenhuma’. Vai contra tudo aquilo que eu sempre preguei, os princípios em que acredito."

Encontrou algum erro? Entre em contato

Tendências:

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.