Divulgação
Divulgação

Brasil bate Argentina e permanece invicto na Liga Mundial

Sem dificuldade, seleção comandada pelo técnico Bernardinho fez 3 a 0 nos donos da casa

AE, Agência Estado

14 de junho de 2013 | 22h17

MENDOZA - Sem qualquer dificuldade, nesta sexta-feira, a seleção brasileira masculina de vôlei ganhou mais uma nesta edição da Liga Mundial. No ginásio Torito Rodriguez, na cidade argentina de Mendoza, os comandados de Bernardinho derrotaram os donos da casa por 3 sets a 0 - com parciais de 25/20, 25/21 e 25/15 - e ganharam pela terceira vez em três jogos na competição.

Líder do Grupo A com 8 pontos, o Brasil volta à quadra já neste sábado para o segundo confronto contra a Argentina. O duelo começará às 20h30 (de Brasília). Na chave também estão Polônia - derrotada duas vezes pelos brasileiros na semana passada -, França, Estados Unidos e Bulgária.

A seleção brasileira é a equipe com mais títulos na história da Liga Mundial. Neste ano, a equipe busca o 10.º título depois de subir ao lugar mais alto do pódio nas edições de 1993, 2001, 2003, 2004, 2005, 2006, 2007, 2009 e 2010.

O JOGO

O Brasil só teve um pouco de dificuldade nos momentos iniciais da partida. Os argentinos chegaram a abrir dois pontos de vantagem e foram para o primeiro tempo técnico com 8/7 a favor. A partir daí, os brasileiros começaram a dominar as ações e fecharam a primeira parcial por 25 a 20.

Diferente do primeiro set, o Brasil começou melhor o segundo e logo abriu três pontos de vantagem: 7/4. Com boas jogadas do oposto Leandro Vissotto, a diferença aumentou para cinco. A Argentina até esboçou uma reação, o que provocou a ira de Bernardinho, ao encostar em 13 a 10. A bronca deu certo e, mais tranquila, a seleção comandou o resto da parcial até fechar em 25 a 21.

O terceiro set contou com um início mais equilibrado. O Brasil esteve na frente, mas com uma pequena vantagem alternando entre um e dois pontos. Depois, retomou o ritmo da partida e, com dois pontos diretos de saque consecutivos do central Isac, fez 12 a 8. Na sequência, a vantagem brasileira aumentou ainda mais e a vitória foi assegurada com o placar de 25 a 15.

Tudo o que sabemos sobre:
vôleiLiga MundialBrasilArgentina

Encontrou algum erro? Entre em contato

Comentários

Os comentários são exclusivos para assinantes do Estadão.

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.