Divulgação/FIVB
Divulgação/FIVB

Brasil bate Tailândia e continua 100% no Grand Prix

Seleção ganha por 3 sets a 0 e chega a quatro vitórias na competição

AE, Agência Estado

12 de agosto de 2011 | 10h55

ALMATY, Casaquistão - A seleção brasileira feminina de vôlei continua invicta no Grand Prix. Nesta sexta-feira, a equipe estreou no Grupo F do torneio, no Casaquistão, com vitória sobre a Tailândia por 3 sets a 0, com parciais de 25/16, 25/23 e 25/16. A oposto Sheilla foi o principal destaque da partida ao fazer 14 pontos.

Com o novo triunfo, o Brasil acumula quatro vitórias em quatro partidas disputadas, já que na última semana derrotou Japão, Alemanha e Coreia do Sul, com apenas um set perdido e na primeira colocação no Grupo C. Agora, a equipe brasileira vai enfrentar a seleção do Casaquistão no sábado, às 6h15 (de Brasília). A seleção anfitriã do Grupo F perdeu para a Itália na sua estreia na chave por 3 sets a 2, com parciais de 22/25, 22/25, 25/18, 25/19 e 15/12.

O Brasil iniciou o jogo com Dani Lins, Fabi, Fabiana, Sheilla, Paula Pequeno, Mari e Thaisa. A Tailândia deu trabalho para a seleção no começo da partida e foi ao primeiro tempo técnico na liderança do placar (8/7). A seleção, porém, reagiu e abriu quatro pontos de vantagem no segundo tempo técnico (16/12). Liderada pela ponteira Mari e por Sheilla, a equipe fechou a parcial em 25/16 com um bloqueio de Thaisa.

O Brasil manteve o domínio no começo do segundo set, abriu 5/2 e liderava o placar por 8/4 no primeiro tempo técnico. A Tailândia, porém, esboçou uma reação, fez seis pontos seguidos e passou a liderar o placar por 12/11. A seleção brasileira respondeu e abriu 16/12, mas permitiu nova reação da Tailândia, que empatou a parcial em 17/17 e chegou a fazer 20/19. Zé Roberto colocou Juciely no lugar de Fabiana e Sassá na vaga de Paula Pequeno e o Brasil conseguiu vencer por 25/23 com novo bloqueio de Thaisa.

Após o susto, a seleção teve o controle total do terceiro set. Fez os três primeiros pontos da parcial e provocou o primeiro tempo técnico com vantagem de quatro pontos (8/4). Fernanda Garay substituiu Paula Pequeno e o Brasil manteve o controle do duelo e abriu seis pontos de vantagem (16/10). Com isso, Zé Roberto promoveu as entradas de Fabíola e Tandara. O Brasil manteve o bom ritmo para triunfar por 25/16, com o último ponto tendo sido feito por Tandara, e fechar a partida em 3 sets a 0.

Tudo o que sabemos sobre:
vôleiGrand PrixBrasilTailândia

Encontrou algum erro? Entre em contato

Comentários

Os comentários são exclusivos para assinantes do Estadão.

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.