Reprodução Twitter @volei (CBV)
Reprodução Twitter @volei (CBV)

Brasil controla instabilidade e bate Bélgica na estreia do Grand Prix

Seleção feminina manteve a calma quando foi necessário e ganhou por 3 sets a 0

Estadão Conteúdo

07 de julho de 2017 | 15h44

A seleção brasileira feminina de vôlei teve uma boa estreia no Grand Prix. Sem grandes dificuldades, nesta sexta-feira, derrotou a Bélgica por 3 sets a 0, com parciais de 25/22, 25/23 e 25/18, no Baskent Volleyball Hall, em Ancara, na Turquia.

Atual campeã da competição e em busca de seu 12º título, a equipe de José Roberto Guimarães apostou em uma renovação para o torneio. Nomes como a líbero Suelen e a ponteira Rosamaria, entre outras, foram convocadas em um time com poucos nomes remanescentes da Olimpíada do Rio-2016 - casos de Natália e Tandara.

E, já na preparação para o Grand Prix, importante competição que reúne 12 das principais seleções do vôlei feminino, o Brasil mostrou bom ritmo ao conquistar o Torneio de Montreux e vencer amistosos contra República Dominicana, Polônia e Turquia.

O ritmo foi mantido nesta sexta-feira, embora a seleção brasileira tenha apresentado certa instabilidade, especialmente quando vencia com tranquilidade os dois primeiros sets. Ainda assim, manteve a calma e ganhou por 3 a 0.

No início do primeiro set, a equipe abriu boa vantagem, ampliou-a e chegou a fazer 18 a 10, mas logo se desestabilizou e o duelo ficou empatado por 19 a 19. No fim, contudo, a seleção retomou o controle e venceu por 25 a 22.

Já o segundo set começou equilibrado e as duas equipes se mantiveram próximas no placar até o Brasil disparar e abrir 18 a 13. Mas, novamente, diminuiu o ritmo, as belgas encostaram em 20 a 19 e, por fim, empataram em 23 a 23. Outra vez melhor no momento chave, o Brasil venceu por 25 a 23.

Mais calma, a seleção foi mais constante no terceiro set: saiu na frente por 8 a 4, ampliou a vantagem para 14 a 6 e manteve o controle para fechar em 25 a 18, encerrando o duelo sem grandes dificuldades.

Destaque para o excelente desempenho do bloqueio brasileiro. Foram 15 pontos, contra apenas três da Bélgica, o que minimizou o equilíbrio das duas equipes no ataque - as europeias anotaram 43 pontos, um a mais do que o time de Zé Roberto.

Com 12 acertos, por sua vez, Rosamaria foi a principal pontuadora do jogo com 12 pontos, ao lado da belga Freya Aelbrecht. Já Ana Carolina da Silva se destacou com cinco bloqueios.

Com três pontos somados após a vitória por 3 a 0 na estreia, a seleção enfrenta a Sérvia neste sábado, às 10h30 (horário de Brasília), e a Turquia no domingo, às 13h30.

Tudo o que sabemos sobre:
vôleiBrasilBélgica

Encontrou algum erro? Entre em contato

Comentários

Os comentários são exclusivos para assinantes do Estadão.

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.