CBV
CBV

Brasil derrota Coreia do Sul e avança antecipadamente à fase final da Liga das Nações de Vôlei

Resultado coloca a seleção feminina nas semifinais, que acontecem em Ancara, na Turquia

Redação, Estadão Conteúdo

30 de junho de 2022 | 15h58
Atualizado 30 de junho de 2022 | 18h24

A seleção brasileira de vôlei feminino carimbou a vaga nas quartas de final da Liga dos Nações na tarde desta quinta-feira ao derrotar a Coreia do Sul, com extrema facilidade, por 3 sets a 0, com parciais de 25/17, 25/19 e 25/13, em Sofia, na Bulgária. Com oito vitórias na competição, o Brasil já não pode mais ser alcançado pelos rivais que estão fora da zona de classificação.

Apesar da vaga garantida, há ainda mais dois jogos na Bulgária. Nesta sexta-feira, às 14h, o desafio é contra as donas da casa. No sábado, às 10h30, a equipe brasileira encara a Tailândia, no encerramento da fase. A próxima e última fase da Liga das Nações será entre os dias 13 e 17 de julho, em Ancara, na Turquia.

Zé Roberto aproveitou a fraqueza do adversário, que ganhou apenas um set no torneio, para fazer alguns testes na equipe. Lorrayna e Julia Kudiess ganharam mais minutos em quadra, assim como Natinha e Mayany. Apesar do favoritismo, a seleção brasileira entrou desligada e viu a Coreia do Sul abrir vantagem no marcador. Mas o bom momento da equipe asiática não durou por muito tempo. O Brasil equilibrou o duelo e confirmou o favoritismo, fazendo 25/17 no primeiro set.

No segundo set, brilhou a estrela de Julia Kudiess. A central do Minas foi um dos destaques da partida e fez pontos importantes para o Brasil ser dominante do início ao fim. E foi no bloqueio de Mayany que a seleção de Zé Roberto fechou por 25/19. O panorama continuou também no terceiro set. A Coreia colecionava erros, e o Brasil abriu uma vantagem de 13/3. Com isso, Zé Roberto foi rodando o elenco e concluiu o duelo sem a menor dificuldade, por 25/13.

"Muito feliz com o resultado desse jogo que nos garantiu na fase final e com a participação de boa parte do grupo. Isso é muito importante porque vamos precisar de todas as jogadoras e estamos nos preparando a cada dia para a fase final. Agora é pensar no jogo contra a Bulgária, vejo que o grupo cresce a cada dia na competição", disse a levantadora Roberta.

Como Roberta ressaltou, a expectativa é que Zé Roberto continue mesclando a equipe nos dois próximos compromissos na fase classificatória. Nesta sexta-feira, o adversário é a Bulgária. As brasileiras mostraram certo alívio por já terem confirmado a classificação com as oito vitórias conquistas no torneio.

"A participação de boa parte do time nesse jogo foi muito importante. É bom contar com todo o grupo e tirar o nervosismo de quem ainda não tinha estreado. Estamos matematicamente classificadas para a fase final e esse é um passo importante. Temos mais dois jogos para terminar essa fase e vamos em busca de mais vitórias", citou a central Carol.

Já Julia Bergmann, maior pontuadora do Brasil na partida, com 16 pontos, pediu o apoio da torcida no duelo contra as donas da casa. "Foi uma vitória importante que matematicamente garante nosso lugar na fase final. Conseguimos colocar boa parte do time para jogar e ter essa experiência é muito importante para o grupo. Amanhã temos mais um jogo difícil contra a Bulgária e contamos com a torcida de todos", finalizou.

Encontrou algum erro? Entre em contato

Comentários

Os comentários são exclusivos para assinantes do Estadão.

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.