Brasil desbanca Rússia em estréia na Liga Mundial

A seleção brasileira atropelouseu primeiro obstáculo na busca pelo oitavo título da LigaMundial. Diante do Maracanãzinho em êxtase, os atuais campeõesolímpicos não tomaram conhecimento da forte seleção russa evenceram por 3 sets a 0 (25-23, 25-18 e 25-15), na estréia dafase final da competição, nesta quarta-feira. Liderada nos ataques por Dante e André Nascimento, e navibração pelo capitão Giba, a equipe do técnico Bernardinho sóchegou a ser ameaçada na primeira parcial, até que o treinadoracertou a equipe para dar um espetáculo em quadra nos dois setsseguintes. Dante e Nascimento foram os maiores pontuadores do Brasilna partida, com 16 e 15 bolas na quadra adversária,respectivamente O Brasil ainda contou com 7 pontos do capitãoGiba. Do lado russo, Poltavskiy foi o principal atacante, com 16pontos para a seleção que foi derrotada pelo Brasil na final daLiga Mundial de 2007. Mesmo no primeiro set, que foi o mais apertado, a equipebrasileira praticamente não cometeu falhas, permitindo aosrussos marcar apenas três pontos por erros do Brasil. Logo no primeiro ponto em jogo, um bloqueio de AndréNascimento colocou o Brasil na frente. Com os russos atacandobolas muito altas, o jogo seguiu apertado até 17-17, quando umbloqueio sobre Giba permitiu aos visitantes abrir três pontosem vantagem. Quando o técnico Bernardinho parou o jogo, o Brasil seacertou em quadra e conseguiu virar para 23-22 num ataque deAndré Nascimento, explorando o bloqueio. O mesmo AndréNascimento fechou a parcial pouco depois, com outro ataque decanhota. No segundo set, a Rússia largou na frente e conseguiu abrirvantagem de três pontos, mas a diferença durou apenas até umaincrível passagem de André Heller pelo saque. Com omeio-de-rede no serviço, o Brasil deslanchou e abriu 14-11. Dali em diante, a vantagem só cresceu até o Brasil fechar oset em 25-18, num erro de saque adversário, e abrir frente de 2sets a 0 na partida. O terceiro set, que presenciou a primeira ola da torcidabrasileira na fase final da competição, teve domínio brasileirodesde o início. A equipe conseguiu manter uma vantagemconfortável de pelo menos cinco pontos durante quase todaparcial e fechou em 25-15, num saque forte de Dante sem defesa. O Brasil, favorito absoluto a conquistar a medalha de ourona Olimpíada de Pequim, no mês que vem, volta à quadra nasexta-feira, contra o Japão, no último jogo da classificação.Se avançar, a semifinal é no sábado e a decisão da Liga, nodomingo.

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.