Brasil encara Iugoslávia na semifinal

O Brasil irá enfrentar a Iugoslávia na semifinal da Liga Mundial de Vôlei Masculino, às 10 horas de sábado, em Belo Horizonte. Nesta quinta-feira, ainda em Recife, a seleção brasileira derrotou a Rússia por 3 sets a 0 (25/23, 28/26 e 25/20) e garantiu o primeiro lugar do grupo E. Assim, terá como adversário os iugoslavos, que perderam para a Itália por 3 a 2 (22/25, 25/23, 25/18, 22/25 e 17/15) e ficaram em segundo lugar na chave F - em primeiro, os italianos jogarão contra os russos. Mais do que o resultado e a qualidade do jogo dos brasileiros nos 3 a 0 sobre a Rússia, o técnico Bernardinho comemorou outra conquista, a do aprendizado da vitória. "Os jogadores estão aprendendo a vencer, assim como os italianos de hoje (oito vezes campeão da Liga Mundial) e como os norte-americanos nas olimpíadas de 1984 e 1988 (foram bicampeões). Eles odiavam perder, assim como eu odeio. Minha intenção é fazer com os brasileiros sintam o mesmo e saibam transformar favoritismo em vitórias." Os brasileiros, que no ano passado conquistaram cinco títulos em seis torneios disputados, entraram em quadra, nesta quinta-feira, para vencer sem deixar dúvidas. O saque forçado foi a maior arma - rendeu 10 pontos diretos, com destaque para Gustavo, com 3 pontos, e André Nascimento e Nalbert, cada um com 2 pontos. A Rússia só fez um ponto nesse fundamento. "Queríamos sair do Recife convencidos do nosso potencial, fortes, confiantes", explicou o levantador Maurício. Giba, o maior pontuador do jogo (15 pontos), desbancou a grande estrela russa, o atacante Iakovlev (12 pontos), de 2,1 metros, do Casa Modena, atual campeão italiano. O brasileiro confessou que deixou a quadra com dor de cabeça, "de tanto" pensar no jogo - foi o melhor brasileiro em quadra no ataque, com 12 pontos em 24 ações; no bloqueio fez 2 pontos em 8 tentativas e na defesa recuperou seis bolas.

Agencia Estado,

15 Agosto 2002 | 19h51

Encontrou algum erro? Entre em contato

publicidade

publicidade

publicidade

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.