Brasil estreia no Mundial de Vôlei com vitória fácil

Aproveitando fragilidade do adversário, Zé Roberto Guimarães aproveitou para dar tempo de quadra para reservas

Estadão Conteúdo

23 Setembro 2014 | 16h38

A seleção brasileira feminina de vôlei começou muito bem o Mundial da modalidade. Em busca de um título inédito, a equipe bicampeã olímpica estreou em Triste (Itália) atropelando a Bulgária, por 3 sets a 0, parciais de 25/19, 25/22 e 25/16, em menos de uma hora e meia de partida.

Aproveitando que o time adversário não oferecia muitos riscos, o técnico Zé Roberto Guimarães aproveitou para revezar um pouco a equipe. Dani Lins, Fabiana, Thaisa, Sheilla, Jaqueline, Fê Garay e a líbero Camila Brait foram titulares. Gabi, Tandara, Natália e Fabíola foram testadas em momentos diversos do jogo.

" SRC="/CMS/ICONS/MM.PNG" STYLE="FLOAT: LEFT; MARGIN: 10PX 10PX 10PX 0PX;

A melhor qualidade do time brasileiro, campeão do Grand Prix, ficou evidente já nos primeiros pontos do jogo. Rapidamente Sheilla e cia abriram 9/4. Em momentos de inconstância do Brasil, a Bulgária diminuía a diferença, mas a vitória no primeiro set aconteceu sem sustos, por 25/19.

O segundo set foi mais equilibrado, com as brasileiras não abrindo mais do que três pontos. As búlgaras chegaram ao empate em 18/18, mas no momento decisivo do set falou mais alto a experiência do time brasileiro, que fechou em 25/22.

Para fechar o jogo, um terceiro set tranquilo. Com Dani Lins distribuindo bem o jogo e a defesa funcionando, o Brasil fez 25/16 e não deixou dúvidas do merecimento do resultado. Shiella (15 pontos), Fabiana (13) e Jaqueline (12) foram os destaques ofensivos da equipe.

Também pelo Grupo B, nesta terça-feira, a Sérvia fez 3 a 1 na Turquia, mesmo placar do triunfo do Canadá sobre Camarões. Na terça, o Brasil joga contra as africanas e Zé Roberto deve aproveitar para rodar a equipe.

Mais conteúdo sobre:
vôlei Mundial Feminino de Vôlei

Encontrou algum erro? Entre em contato

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.