Divulgação/FIVB
Divulgação/FIVB

Brasil garante todas as duplas na chave principal do vôlei de praia em Las Vegas

Ana Patrícia/Rebecca, Maria Clara/Elize Maia e Tainá/Victoria se juntam a parcerias garantidas pelo ranking

Estadão Conteúdo

17 Outubro 2018 | 18h22

O vôlei de praia brasileiro teve uma quarta-feira perfeita em Las Vegas, nos Estados Unidos, onde acontece nesta semana a etapa quatro estrelas da temporada 2018/2019 do Circuito Mundial. Os três times femininos do país que entraram em quadra pelo classificatório - fase preliminar - conseguiram resultados positivos e avançaram, garantindo 100% de participação das duplas no Brasil no torneio.

Ana Patrícia/Rebecca, Maria Clara/Elize Maia e Tainá/Victoria superaram as suas adversárias pelo classificatório e se unem a Maria Elisa/Carol Solberg e Josi/Lili, que já estavam garantidas pelo ranking de entradas. Agora, os times são divididos em oito grupos de quatro, com os três melhores avançando à fase eliminatória.

A mineira Ana Patrícia, que ao lado de Rebecca garantiu a vaga após vencer as sérvias Milosevic e Vojnovic por 2 sets a 0 (21/13 e 21/8), comentou a boa fase do time e o desafio de enfrentar um jogo eliminatório logo na estreia em Las Vegas. A dupla foi ao pódio das duas últimas etapas, com um ouro e uma prata em eventos na China.

"Estamos em um processo de crescimento, somando pontos para tentar entrar nas competições pelo ranking de entradas, sem passar pelo classificatório. Todo jogo para nossa equipe, atualmente, é uma final. Temos esse objetivo de buscar uma vaga na corrida olímpica. São vários times fortes, muitos deles do Brasil, então temos que entrar sempre concentradas. A adrenalina é grande no, pois uma derrota faz você voltar para casa", disse.

Maria Clara e Elize Maia também comemoraram. Elas superaram as austríacas Eva Freiberger e Valerie Teufl por 2 sets a 0, com um duplo 21/12. A carioca Maria Clara comentou a adaptação ao fuso horário, já que o time saiu da China no último final de semana. "Foi ótimo vencer nessa estreia, uma vitória importantíssima. A viagem da China aos Estados Unidos não é fácil, o corpo vai se acostumando aos poucos. Na primeira noite, dormi cerca de duas horas; na segunda noite, quatro ou cinco horas. Estamos contentes, queremos fazer um torneio melhor do que fizemos nas etapas passadas, na China", declarou.

No último jogo do Brasil nesta quarta-feira, Tainá e Victoria superaram as gêmeas canadenses Megan e Nicole McNamara, vice-campeãs dos Jogos Olímpicos da Juventude de 2014. Triunfo das brasileiras por 2 sets a 0 (21/15 e 21/17).

No naipe masculino, os três times inscritos do Brasil já entraram direto na fase de grupos, pelo ranking de entradas. São eles Guto/Saymon, Pedro Solberg/Bruno Schmidt e Ricardo/Álvaro Filho.

 

 

Mais conteúdo sobre:
vôlei de praiavôlei

Encontrou algum erro? Entre em contato

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.