Brasil melhora e supera a Argentina na Liga Mundial

Mais solto na partida deste domingo, o Brasil derrotou, com facilidades, a seleção da Argentina por 3 sets a 0, com parciais de 25/15, 25/17 e 25/21, e chegou ao quarto triunfo consecutivo na temporada 2006 da Liga Mundial de vôlei masculina. O confronto aconteceu no Ginásio do Mineirinho, em Belo Horizonte. Na segunda partida deste fim de semana, a equipe dirigida pelo técnico Bernardinho, atuou com duas alterações em relação ao jogo de sábado - vitória por 3 a 1 sobre os argentinos. Os pontas Giba e Murilo voltaram ao time no lugar de Samuel e Dante. Com o resultado, o Brasil manteve sua invencibilidade contra a Argentina na Liga Mundial. Foram 17 vitórias em 17 partidas entre as duas equipes. Além disso, os atuais campeões da competição e olímpicos seguem na liderança isolada do Grupo B, com oito pontos. A Finlândia é a segunda colocada, com cinco pontos, à frente de Portugal e Argentina (ambos com quatro pontos). ?A diferença em relação ao jogo de ontem (sábado) foi que desta vez cometemos menos erros. Este foi o retrato do jogo. Mantivemos um bom ritmo no saque. As mudanças que fizemos não prejudicaram a atuação da equipe?, disse Bernardinho. "Os dois ponteiros (Giba e Murilo) foram muito bem. O Anderson, quando foi chamado, também. O Sidão sentiu um pouco por ser a estréia, mas isso é normal", completou o técnico, que ainda quer uma melhoria da equipe. "A estrada ainda é longa, mas hoje já foi melhor". ?O jogo foi ótimo. O objetivo principal era colocar todo mundo em condições de ajudar. Algumas coisas foram corrigidas, estávamos preocupados com o número excessivo de erros", discursou o meio-de-rede André Heller. O líbero Escadinha concordou o companheiro. "Começamos com um boa defesa, impondo um ritmo forte. Conseguimos uma boa cobertura, que normalmente não é o nosso forte?, disse. Na próxima rodada da Liga Mundial, o Brasil enfrenta a seleção de Portugal, nos dias 29 e 30 de julho, em Lisboa. A equipe dirigida pelo técnico Bernardinho volta a jogar em casa diante da Finlândia, nos dias 12 e 13 de agosto, no Ginásio Nilson Nelson, em Brasília. Antes, os finlandeses recebem a Argentina, em Kuopio. Nas outras partidas da Liga Mundial, o Japão voltou a perder para os EUA por 3 sets a 0, com parciais de 25/12, 25/21 e 25/18, e segue na lanterna do Grupo A. Já a China amargou o segundo tropeço seguido para a Rússia, em casa, por 3 a 0 (25/23, 25/23 e 25/18), pelo Grupo C. No D, a Bulgária ganhou a quarta partida consecutiva ao derrotar a Coréia do Sul por 3 sets a 0 (25/20, 25/22 e 25/22).

Agencia Estado,

23 Julho 2006 | 11h46

Encontrou algum erro? Entre em contato

publicidade

publicidade

publicidade

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.