Brasil perde na Polônia e é lanterna na Liga Mundial de Vôlei

O jogo foi realizado nessa sexta-feira, na Cracóvia, e o time masculino brasileiro perdeu de 3 sets a 1 pra equipe polonesa

AE, Agência Estado

20 de junho de 2014 | 17h17

A seleção brasileira masculina de vôlei se complicou definitivamente na Liga Mundial. Nesta sexta-feira, o Brasil perdeu para a anfitriã Polônia, por 3 sets a 1 (25/20, 25/21, 28/30 e 25/20), em Cracóvia, e ocupa agora a lanterna do Grupo A da competição, ficando com chances reduzidas de classificação para a fase final.

Além da somar a sua sexta derrota em nove jogos disputados na Liga Mundial, o Brasil foi prejudicado por outro resultado do dia no Grupo A: o Irã ganhou da líder Itália por 3 a 0 em Teerã. Agora, os italianos lideram com 19 pontos, seguidos pelos poloneses com 11. Os iranianos estão com 10, enquanto os brasileiros seguem com oito.

Na Liga Mundial, os dois primeiros colocados do grupo avançam para a fase final. Mas a Itália, por ser a sede, já está garantida na disputa que acontecerá em Florença de 16 a 20 de julho. Assim, abrirá uma terceira vaga na chave. O problema é que o Brasil está hoje na lanterna, com apenas mais três jogos a disputar - volta a pegar a Polônia neste domingo, desta vez na cidade de Bydgoszcz, e ainda visita os italianos para duas partidas na última rodada.

O jogo desta sexta-feira marcou a inauguração do novo ginásio em Cracóvia. E, com o apoio de seus torcedores, a Polônia controlou as ações em quadra. O técnico Bernardinho começou com Bruno, Wallace, Lucão, Sidão, Murilo, Lucarelli e o líbero Mário Júnior, mas também usou Lipe, Vissotto e Raphael durante a derrota brasileira.

Depois da derrota nos dois primeiros sets, o Brasil reagiu no terceiro, com uma sofrida vitória por 30 a 28, e se manteve vivo na partida. Mas a Polônia não deu chance para a virada e definiu o placar logo na sequência. Para isso, os poloneses contaram com atuação decisiva de Konarski, que terminou com 21 pontos - o maior pontuador brasileiro foi Lucarelli, com 15 acertos.

Maior campeão da história da Liga Mundial, com nove títulos conquistados, o Brasil luta agora por um milagre para ir à fase final da edição deste ano - mesmo porque, Polônia e Irã têm dois jogos a menos e podem abrir vantagem inalcançável. Para isso, no entanto, é preciso reagir imediatamente e ganhar dos poloneses neste domingo.

Tudo o que sabemos sobre:
vôleiLiga Mundial

Encontrou algum erro? Entre em contato

Comentários

Os comentários são exclusivos para assinantes do Estadão.

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.