Brasil perde para a China no GP

O Brasil foi ao tiebreaker, mas deu de presente às chinesas o quinto set e, conseqüentemente, a vitória por 3 sets a 2 (26/28, 26/24, 25/22, 27/29 e 15/8), hoje, no segundo jogo do primeiro fim de semana do Grand Prix da Ásia, que segue até o fim do mês. As brasileiras simplesmente facilitaram muito a vida das chinesas dando, com seus erros, 7 dos 15 pontos marcados pelas rivais no set mais curto da partida. As chinesas ainda foram ajudadas pela eficiência de Yang, no saque, para fechar a série e o jogo. Brasil e China, que tem na consistência da defesa a sua principal arma, fizeram uma partida equilibradíssima no primeiro e quarto sets, justamente as parciais vencidas pelas brasileiras, que tiveram de levar o placar para além dos 25 pontos por causa da persistência das chinesas, que contaram, também, com o apoio da torcida no Hong Kong Coliseum. O Brasil ainda reagiu no quarto set, com a entrada de Kelly e Elisângela no lugar de Karin e Patrícia Cocco, mas o empate em número de sets não foi suficiente diante dos erros cometidos, em seguida, no tiebreaker. Cuba perde ? A surpresa da rodada foi a segunda derrota de Cuba, que perdeu para o Brasil na estréia e, hoje, para o Japão, por 3 sets a 1 (25/23, 16/25, 25/16 e 25/21). Em Suphanburi, na Tailândia, a forte Rússia, cinco vezes campeã mundial, controlou o jogo diante da Coréia, vencendo por 3 sets a 0 (25/23, 25/12 e 25/13). Os Estados Unidos derrotaram a Alemanha por 3 a 0 (28/26, 25/19 e 25/16).

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.