FIVB/Divulgação
FIVB/Divulgação

Brasil se recupera e vence a China por 3 sets a 1 nas finais do Grand Prix

Com a vitória, a seleção brasileira chegou aos quatro pontos e assumiu a terceira colocação

AE, Agência Estado

28 de junho de 2012 | 11h15

NINGBO, CHINA - A seleção brasileira feminina de vôlei se reabilitou da derrota na estreia na fase final do Grand Prix, na China, na quarta-feira, quando perdeu para os Estados Unidos por 3 sets a 2. Nesta quinta, em Ningbo, o Brasil reagiu e se manteve vivo no torneio ao derrotar as anfitriãs chinesas por 3 sets a 1, com parciais de 25/21, 21/25, 25/19 e 25/18.

Com a vitória, a seleção brasileira chegou aos quatro pontos e assumiu a terceira colocação, com quatro pontos. O Grand Prix é liderado pela Turquia, que está com seis pontos e derrotou nesta quinta a seleção cubana por 3 sets a 0(25/23, 25/9 e 25/20). Já os Estados Unidos, que venceram a Tailândia por 3 sets a 1 (25/18, 27/25, 18/25 e 25/18) ocupam a vice-liderança com cinco pontos.

Embalada pela vitória sobre a China, a seleção brasileira volta a jogar no Grand Prix nesta sexta-feira. A partir das 2 horas (de Brasília), a equipe dirigida por José Roberto Guimarães vai enfrentar Cuba, que está na lanterna, sem pontos, após perder dois jogos.

O JOGO

O Brasil começou a partida desta sexta-feira com Fabíola, Sheilla, Paula Pequeno, Jaqueline, Fabiana e Thaisa, além da líbero Fabi. Durante o jogo contra a China, Zé Roberto promoveu as entradas de Camila Brait, Fernandinha, Mari e Fernanda Garay. Thaisa e Sheila, ambas com 18 pontos, foram os principais destaques da seleção brasileira. Já Hui Ruoqi fez 13 pontos para a China.

O início da partida foi dominado pelo Brasil, que abriu cinco pontos (8/3), mas permitiu que a China encostasse (12/11). Assim, Zé Roberto trocou a levantadora Fabíola por Fernandinha e a equipe voltou a dominar o duelo. A seleção brasileira foi ao segundo tempo técnico com uma vantagem de três pontos (16/13) e venceu por 25/21.

As chinesas voltaram melhor no segundo set e conseguiram fazer 10/6 e 15/9. Zé Roberto, então fez uma série de mudanças no Brasil, com as entradas de Fernanda Garay, Fabíola e Mari. A equipe melhorou o rendimento no saque e no bloqueio, mas não conseguiu evitar a derrota por 25/21.

Com o jogo empatado, o início do terceiro set foi equilibrado, mas as brasileiras conseguiram ficar à frente (8/7) na primeira parada técnica. Com bom desempenho de Thaisa no bloqueio, a equipe deslanchou, fez 14/8 e 19/12 e conseguiu fechar a parcial em 25/19.

Em vantagem, o Brasil dominou completamente o começo do quarto set e fez os cinco primeiros pontos da parcial. Com uma vantagem confortável, a equipe precisou apenas manter o domínio para fechar o set em 25/18 e o duelo em 3 a 1.

Encontrou algum erro? Entre em contato

Comentários

Os comentários são exclusivos para assinantes do Estadão.

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.