Brasil vence e segue invicto na fase final do Grand Prix

De olho em Cuba, seleção feminina derrota a China por 3 sets a 1; no domingo, Japão será o adversário

Bia Rodrigues, do estadão.com.br,

11 de julho de 2008 | 01h42

O Brasil venceu o primeiro jogo da maratona que enfrenta nesta sexta-feira, 11, no Grand Prix de vôlei feminino. Em partida disputada em Yokohama, no Japão, a seleção feminina derrotou a China por 3 sets a um, com parciais de 25/18, 25/16, 21/25, 25/18. Pela primeira vez, as brasileiras perderam um set na fase final do campeonato e enfrentam as cubanas ainda nesta sexta.   O Brasil começou o jogo mostrando muita força no ataque, e foi para o primeiro tempo técnico em vantagem de 8 a 6 no placar. Quando as duas equipes retornaram à quadra, as comandadas de Zé Roberto Guimarães conseguiram abrir vantagem, para fechar o primeiro set em 25 a 18.   A China sentiu o poder de ataque do Brasil e voltou para o segundo set demonstrando muito nervosismo, mas a seleção não soube aproveitar para dominar a partida. Depois de abrir uma boa vantagem nos primeiros pontos do set, o Brasil permitiu a virada chinesa, que dava sinais de que reagiria.   A seleção, no entanto, conseguiu se recuperar e mais uma vez foi para o primeiro tempo técnico em vantagem de 8 a 6. Depois da parada, o Brasil voltou arrasador e dominou completamente as ações em quadra, fechando o set em 25 a 16.   A reação chinesa veio no terceiro set. A China pressionou e apesar do Brasil conseguir liderar o placar, as adversárias não entregavam o jogo e logo empatavam. A seleção foi para o primeiro tempo técnico em vantagem, 8 a 7. E na volta conseguiu marcar graças a um erro das chinesas.   Após um erro das brasileiras, as adversárias encostaram de novo no placar e depois empataram, 10 a 10. Os erros da seleção e uma defesa eficiente das chinesas garantiu as adversárias a vitória no terceiro set por 25 a 21.   A vitória deu as chinesas confiança e elas voltaram para o quarto set pressionando muito. No início nenhum dos times conseguiu uma boa vantagem no placar. No primeiro tempo técnico, o Brasil levava a melhor, 8 a 7. Depois o jogo da seleção melhorou e chegou a ficar três pontos na frente das chinesas, 16 a 13.   Na volta do segundo tempo técnico, o Brasil marcou quatro pontos seguidos, 20 a 13, um deles em uma seqüência de bloqueios com importante participação de Paula Pequeno. A seleção chinesa passou a sentir a boa atuação da defesa brasileira, mas em um erro de recepção conseguiu marcar, 20 a 15. O quarto set teve bonitos rallies. E o Brasil conseguiu vencer as atuais campeãs olímpicas, 25 a 18.   Às 23h30, o Brasil enfrenta a seleção cubana no penúltimo jogo da fase final do Grand Prix. No domingo, às 6 horas, o adversário será o Japão.   (Com Efe)

Tudo o que sabemos sobre:
vôleiGrand Prix

Encontrou algum erro? Entre em contato

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.