Brasil vence Holanda outra vez

O Brasil confirmou o favoritismo e voltou a derrotar a Holanda, em partida realizada neste domingo na capital do Ceará, por 3 sets a 2 (parciais de 21/25, 25/16, 25/21, 22/25 e 15/10). Com o resultado a seleção masculina garantiu a primeira colocação no grupo D, evitando um confronto com a temida seleção cubana na fase final da Liga Mundial de Vôlei, que começa no próximo dia 25 na Polônia.Foi um jogo bem mais difícil que o anterior - contra a mesma Holanda, vencido por 3 a 0, em lh04m. A definição só veio após mais de duas horas de emoção e muito suor. No primeiro set, os holandeses levaram a melhor, derrotando a seleção nacional por 25 a 21. Mas os brasileiros voltaram para o segundo set bem mais entrosados. Montaram uma verdadeira parede no bloqueio, chegaram a abrir 13 pontos de vantagem e terminaram a etapa com o placar de 25 a 16. Os veteranos Maurício, no levantamento e Giovane, no ataque, foram destaques.A vitória foi brasileira também no terceiro set (25 a 21) fechado com um saque fulminante de Gustavo. Mas na etapa seguinte a situação voltou a se complicar. Erros de recepção, que irritaram o técnico Bernardinho, permitiram a reação dos holandeses que acabaram vencendo por 25 a 22, adiando a comemoração da torcida que lotou o Ginásio Paulo Sarasate.No quinto e decisivo set, o Brasil superou os problemas . Com atuações precisas derrotou o adversário por 15 a 10, em exatos 15 minutos e o público pôde finalmente comemorar.No próximo final de semana a Holanda briga com os Estados Unidos pela segunda vaga do grupo D, já a seleção brasileira joga no Recife, contra a a Alemanha, apenas para cumprir tabela. Será o último jogo antes da fase final do torneio, e o técnico Bernardinho deve aproveitar para fazer ajustes na equipe. "Precisamos aprender a jogar sem o passe perfeito e sob pressão. Vamos estudar, já que teremos pela frente nas finais da liga, times que sacarão forte para quebrar o nosso passe", analisou.

Agencia Estado,

10 de junho de 2001 | 11h53

Encontrou algum erro? Entre em contato

Tendências:

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.