Divulgação/FIVB
Divulgação/FIVB

Brasil vence Tailândia e avança invicto no Grand Prix

Seleção arrasou a anfitriã por 3 sets a 0, parciais de 25/16, 25/12 e 25/18

AE, Agência Estado

21 de agosto de 2011 | 08h33

A seleção brasileira feminina de vôlei assegurou o primeiro lugar da fase classificatória do Grand Prix, neste domingo, ao vencer a anfitriã Tailândia por 3 sets a 0, com parciais de 25/16, 25/12 e 25/18, em Bangcoc. Já classificado para a fase final, o Brasil acumulou sua nona vitória em nove jogos.

Única equipe com 100% de aproveitamento, a seleção terminou a fase classificatória na liderança isolada, com 27 pontos. Os Estados Unidos, que bateu o Peru por 25/13, 25/18 e 25/15, ficaram na vice-liderança, com 23.

Depois da vitória, a seleção vai embarcar nesta segunda-feira para Macau, na China, onde disputará a fase final a partir de quarta. Além do Brasil, estão classificadas as equipes da anfitriã China, Estados Unidos, Rússia, Sérvia, Itália e Japão. A oitava e última vaga será definida entre Tailândia e Polônia.

Apesar do placar folgado, o Brasil não teve facilidade para superar as tailandesas neste domingo. As donas da casa começaram na frente no primeiro set e só cederam diante do bom aproveitamento do bloqueio brasileiro.

O segundo set foi mais tranquilo. A equipe do técnico José Roberto Guimarães contou com os erros das rivais para abrir vantagem e encaminhar o set. Mas as tailandesas não reduziram o ritmo e voltaram a sair na frente na terceira parcial. E, novamente, o Brasil mostrou eficiência nos fundamentos para reverter o placar e fechar a partida.

A principal pontuadora da equipe foi a central Thaisa, com 13 acertos. Sheilla também brilhou, com 11 pontos. Outro destaque foi Fernanda Garay, que entrou no lugar de Mari no terceiro set e deu novo fôlego ao Brasil nos minutos finais de jogo.

Tudo o que sabemos sobre:
vôleiGrand PrixBrasilTailândia

Encontrou algum erro? Entre em contato

Comentários

Os comentários são exclusivos para assinantes do Estadão.

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.