Brasil volta às quadras contra Holanda

A seleção brasileira masculina de vôlei retoma a maratona de jogos da Liga Mundial, neste domingo, contra a Holanda, às 9h30 (horário de Brasília), com transmissão ao vivo pelo canal local da SporTV, na segunda rodada do torneio. E sem Marcelo Negrão. O atacante passou toda a madrugada de sábado sem conseguir dormir, conversando com o levantador Ricardinho. Negrão, que sofreu uma ruptura no tendão patelar direito, era aguardado em São Paulo, neste sábado, no fim da tarde, e seguiria do aeroporto diretamente para o Hospital Albert Einstein para ser operado. "Ele estava muito abatido. Fez uma excelente Superliga, estava treinando para caramba com um objetivo e aí acontece aquilo. Conversamos de tudo, a madrugada toda. Minha principal preocupação que ele visse que, neste momento, o mais importante é ele ter muita fé para superar a situação", disse o levantador Ricardinho, que fez as malas de Negrão e ajudou o companheiro a deixar o hotel, em Groningen, amparando-o no ombro.A preocupação de Negrão, que deverá ficar oito meses afastado das quadras, segundo previsão do médico Álvaro Chameck, era com a carreira e o futuro como atleta. "Nunca fiquei parado tanto tempo por causa de uma contusão e, além disso, estava com um contrato praticamente fechado com o Japão", lamentou Negrão.A Confederação Brasileira de Vôlei informou, neste sábado, que a "entidade dará assistência ao jogador durante o período em que estiver longe das quadras". Além de tentar superar a Holanda, os jogadores do Brasil terão de vencer o clima tenso deixado pela partida inesperada de Negrão.Renovação - Assim como o Brasil, a Holanda está renovada e não tem as estrelas Zwerver e Blangé, vice-campeões olímpicos em Barcelona, em 1992, e campeões em Atlanta, em 1996. Os destaques são o capitão Nummerdor, Schuil, Görtzen e os irmãos Van der Goor, Mike e Bas. Görtzen esteve em Atlanta com Mike e Schuil e ao lado de Bas conquistou o Campeonato Italiano com o Sisley Treviso.Bernardinho deve manter a equipe da estréia com André, Ricardinho, Nalbert, Dante, Gustavo e Henrique. Escadinha é o líbero. Maurício, Giba, Giovane e André Heller estão no banco. Marcelinho e Rodrigão não foram inscritos para estes jogos.

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.