Arquivo/AE
Arquivo/AE

Bruno e Sandra participam de desafio no sábado em Blumenau

Atletas de vôlei de praia e vôlei de quadra se enfrentam em partida na cidade catarinense neste fim de semana

Redação,

21 de outubro de 2009 | 20h50

A cidade de Blumenau receberá neste sábado a segunda parte do desafio entre vôlei de praia e vôlei de quadra. A competição terá a participação de oito atletas, divididos em duas equipes, sendo que cada uma representará uma modalidade.

Dois medalhistas olímpicos das quadras já estão confirmados. O levantador da seleção brasileira Bruno Rezende e Raquel, integrante da equipe do Brasil que conquistou o bronze nos Jogos Olímpicos de Sydney (2000). O time do indoor será completado por Flúvia e Jan.

Três dos principais nomes do vôlei de praia brasileiro e mundial também já estão confirmados no desafio. Sandra Pires, medalha de ouro nos Jogos Olímpicos de Atlanta (1996) e de bronze em Sydney, Franco, tetracampeão do Circuito Brasileiro, e Pará, campeão mundial nas areias em 1997. Para completar a equipe do vôlei de praia foi chamada Lili, campeã mundial sub-21 em 2007, na Itália.

PRIMEIRO CONFRONTO

A primeira vitória no desafio foi da equipe de quadra. No último dia 10, em Araraquara, Tande, Nalbert, Marcelo Negrão e Harley superaram o time da praia formado por Márcio, Fábio Luiz, Franco, Jan por 3 sets a 1 (21/13, 14/21, 21/19 e 21/15).

Mais quatro desafios estão previstos para serem realizados até o final do ano. São Luis será a terceira sede, no dia 7 de novembro. Em seguida, no dia 14, Manaus receberá o torneio. No dia 21 será a vez de Juiz de Fora , e Cascavel receberá o evento em 5 de dezembro.

O jogo mistura regras e procedimentos das duas modalidades. O ginásio é o palco principal, mas o piso será de areia. A bola utilizada será a do vôlei de praia e o tamanho da quadra será o mesmo de uma competição indoor.

A partida será disputada com o mesmo sistema de pontuação normalmente usado na quadra: melhor de cinco sets de 25 pontos cada um.

Encontrou algum erro? Entre em contato

Tendências:

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.