Bruno faz 24 anos e celebra atuação na seleção de vôlei

O levantador da seleção brasileira masculina de vôlei, Bruno Rezende, comemorou nesta sexta-feira 24 anos. O jogador está em Gwangju, onde o Brasil enfrentará na madrugada deste sábado a Coreia do Sul pela Liga Mundial. O jogador falou da experiência de representar a atual vice-campeã olímpica em uma data especial para ele.

AE-AP, Agência Estado

02 Julho 2010 | 15h00

"Passo o aniversário com minha segunda família pelo terceiro ano consecutivo. Já passei na Sérvia, na Finlândia, e agora, na Coreia do Sul. Mas, se eu estiver todo ano fazendo parte da seleção, fico feliz", comentou o atleta.

Bruno aproveitou a ocasião para fazer uma avaliação de seu desempenho na seleção brasileira. "O que passamos no ultimo ano me fez amadurecer. Mas também sei que tenho minhas deficiências e que tenho que melhorar. Me cobro muito, e essa cobrança por um lado é boa, porque não me acomodo nunca. Por outro lado, sei que é excessiva. Herdei isso do meu pai", disse Bruno, se referindo a Bernardinho.

O treinador do Brasil fez uma análise da relação do filho com o vôlei. "O esporte foi uma escola interessante na vida do Bruno. Ele saiu cedo de casa para ter sua própria vida e aprendeu muito nessa estrada. Todo pai quer o melhor para o filho, mas também existe uma pressão grande. Sei que, às vezes, cobro demais dele", admite Bernardinho.

O Brasil é líder do Grupo A da competição, que, além da Coreia do Sul, também conta com a presença de Bulgária e Holanda. A fase final do torneio será disputada entre 21 a 25 de julho em Córdoba, na Argentina.

Encontrou algum erro? Entre em contato

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.