Divulgação
Divulgação

Campeã sul-americana, Cimed mira agora o título mundial

Equipe de Florianópolis busca título inédito entre 3 e 8 de novembro na competição em Doha, no Qatar

12 de outubro de 2009 | 20h22

Atual campeã da Superliga masculina e do Campeonato sul-americano de clubes de vôlei, a Cimed buscará em novembro um título inédito. Entre os dias 3 e 8, disputa em Doha, no Qatar, o Mundial, competição que não é realizada há 17 anos (aconteceu quatro vezes entre 1989 e 1992).

Veja também:

linkCimed é a campeã do Sul-americano  

"Vamos enfrentar equipes muito fortes, com jogadores de várias seleções do mundo. Vamos treinar nestas duas próximas semanas para tentar representar o Brasil da melhor forma possível", disse o ponta Thiago Alves, destaque do time no triunfo sobre o Brasil Vôlei Clube/São Bernardo na decisão do Sul-americano.

"Iremos jogar contra os melhores do mundo e quero ver o comportamento da minha equipe, porque vamos participar de uma competição que não faz parte do nosso calendário, e isso fará muita diferença", declarou o técnico Marcos Pacheco.

O time de Florianópolis estará no Grupo B da competição e enfrentará, na primeira fase, PGE Belchatow (Polônia), Payakan (Irã) e Al-Arabi (Qatar). Já na chave A estarão Trentino (Itália), Zenit Kazan (Rússia), Corozal (Porto Rico) e Zamalek (Egito).

Além de Thiago Alves, a Cimed tem no grupo outros jogadores da seleção brasileira: o levantador Bruno Rezende, os meios-de-rede Eder e Lucão e o líbero Mário Júnior.

Encontrou algum erro? Entre em contato

Tendências:

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.