CBV anuncia criação da segunda divisão da Superliga

A Confederação Brasileira de Vôlei (CBV) anunciou nesta quarta-feira a criação de uma segunda divisão da Superliga Masculina. A primeira edição do torneio começa a ser disputada já em janeiro, em data ainda indefinida, e terá a participação de oito equipes, sendo que a campeã irá se classificar para a elite na temporada seguinte.

AE, Agência Estado

21 de dezembro de 2011 | 18h04

Os oito participantes da segunda divisão da Superliga já estão definidos: Funvic/Midiafone (SP), Santo André (SP), Climed/Atibaia (SP), Morro da Fumaça (SC), Sport Clube do Recife (PE), UFC/Ceará (CE), APAV/Canoas (RS) e Clube do Remo (PA). Mas a tabela de jogos e o regulamento completo da competição será divulgados em janeiro.

A CBV, no entanto, já anunciou a fórmula de disputa. As oito equipes serão divididas em dois grupos, sendo que os dois melhores de cada passam para as semifinais. Na primeira fase, serão realizadas quatro rodadas e, em cada uma delas, todos jogam contra todos dentro da chave, sempre com um time recebendo os outros três.

"A criação da Série B é o fortalecimento da Superliga. A disputa por um lugar na Série A será intensa. Vamos começar com a disputa da competição masculina e, na próxima temporada, a intenção é ter também a disputa feminina", afirmou Renato D´Avila, superintendente técnico da CBV, ao comentar sobre a criação da segunda divisão.

Tudo o que sabemos sobre:
vôleiCBVSuperliga

Encontrou algum erro? Entre em contato

Comentários

Os comentários são exclusivos para assinantes do Estadão.

Tendências:

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.