Chinês assume a presidência da FIVB em Pequim

Wei Jizhong fica no lugar do mexicano Rubén Acosta, agora presidente de honra vitalício da entidade

EFE

24 de agosto de 2008 | 07h36

O chinês Wei Jizhong assumiu neste domingo a presidência da Federação Internacional de Vôlei (FIVB) em cerimônia realizada no Ginásio de Instituto de Tecnologia de Pequim - um dos palcos de disputa da modalidade nos Jogos Olímpicos.Wei assume o lugar do mexicano Rubén Acosta, agora presidente de honra vitalício da entidade. Sua mulher, Malu, também foi nomeada conselheira honorária.No discurso de encerramento, o dirigente em fim de mandato disse que a FIVB inicia um novo capítulo na história, e que está pronto para apoiar o novo presidente, sempre "pelo bem geral do vôlei".Por sua vez, o chinês disse que é "uma grande responsabilidade "iniciar um mandato após os 24 de Acosta no cargo"."Hoje em dia, a FIVB está se tornando uma das federações internacionais melhor organizadas com conceitos esportivos modernos, funcionários profissionais e regida por princípios democráticos e justos", comentou Wei Jizhog, agora novo presidente.

Tudo o que sabemos sobre:
FIVB

Encontrou algum erro? Entre em contato

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.