Cirurgia da ponteira Natália foi um sucesso, diz médico

A ponteira Natália, da Unilever (RJ) e da seleção brasileira feminina de vôlei, passou nesta terça-feira por uma cirurgia para a retirada de um tumor benigno na canela esquerda. Segundo o médico da equipe carioca, Ney Pecegueiro, que acompanhou o procedimento realizado no Hospital Albert Einstein, em São Paulo, a operação feita pelo cirurgião Reinaldo Jesus Garcia foi um "sucesso".

AE, Agência Estado

20 de dezembro de 2011 | 18h18

"Tudo transcorreu dentro do previsto. Foi feita a ressecção do tumor e colocado enxerto ósseo no local. O osso foi fixado com haste de titânio, o que permitirá melhor reabilitação e ajudará a evitar fratura. O material retirado será encaminhado para exame histopatológico", explicou Ney Pecegueiro, ressaltando que Natália deverá deixar o hospital apenas na sexta-feira.

Essa é a segunda cirurgia realizada por Natália para retirar o tumor benigno da canela esquerda. Ela fez o mesmo procedimento em junho, mas houve uma recidiva e foi preciso operar novamente. Agora, a ponteira de apenas 22 anos deverá ficar cerca de três meses afastada das quadras, sendo que, nos primeiros 15 dias de recuperação, não poderá sequer colocar o pé no chão.

Tudo o que sabemos sobre:
vôleiNatália

Encontrou algum erro? Entre em contato

Comentários

Os comentários são exclusivos para assinantes do Estadão.

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.