Clássico entre campeãs olímpicas marca semana da Superliga

Finasa/Osasco e São Caetano/Blausiegel se enfrentam em jogo com sete medalhistas de ouro em Pequim 2008

Rafael Vergueiro, estadao.com.br

08 de dezembro de 2008 | 17h27

A Superliga feminina de vôlei chega a quarta rodada do segundo turno nesta semana com um dos jogos mais aguardados desde o início da competição. Sete campeãs olímpicas estarão em quadra na próxima quinta-feira, às 21 horas, quando o Finasa/Osasco (SP) irá receber o São Caetano/Blausiegel (SP), em partida marcada para o ginásio Prof. José Liberatti, em Osasco (SP).Após um primeiro turno irregular, o Finasa, das medalhistas de ouro Paula Pequeno, Carol Albuquerque, Sassá e Thaisa, está bem na segunda parte do torneio e já acumula três triunfos consecutivos. Agora, quer vencer o clássico para consolidar a reação e tentar ameaçar a hegemonia do Rexona/Ades (RJ), líder e único invicto do campeonato.Já a equipe do ABC paulista, que repatriou para esta temporada as campeãs em Pequim Mari, Sheilla e Fofão, não conseguiu ter o desempenho esperado até o momento e ocupa apenas a quinta colocação na classificação, com cinco vitórias e três derrotas. O time vê o confronto em Osasco como a oportunidade de iniciar uma reação. Para a ponta Sassá, a partida pode ser a mais difícil para o Finasa até agora na Superliga. "Elas vão vir querendo dar o troco, teremos que entrar com mais força ainda", disse, se referindo à recente final dos Jogos Abertos do Interior, em Piracicaba, quando o Finasa derrotou na final justamente o São Caetano.O técnico do time de Osasco, Luizomar de Moura, acredita em um grande confronto. "É um jogo que todos aguardam com bastante expectativa, mas o principal para nós é aplicar o que temos treinado e buscar a vitória", assinalou.Pelos lados do São Caetano, que foi superado no fim de semana pelo Pinheiros/Mackenzie (SP), o treinador Chicão acredita que a campanha ruim da equipe na Superliga não vai atrapalhar o desempenho das jogadoras nesta partida. "Não dá tempo de lamentar a derrota, vamos levantar a auto-estima da equipe e trabalhar forte nessa semana, pois na quinta-feira já temos outra pedreira pela frente, que é enfrentar o Osasco fora de casa", declarou.OUTROS JOGOSTodos os outros confrontos da quarta rodada do segundo turno da Superliga feminina estão marcados para quarta-feira. Na partida mais importante do dia, o Rexona/Ades (RJ) recebe às 19 horas o Minas Tênis Clube (MG), na reedição da decisão do primeiro turno do torneio.No mesmo horário, o vice-líder na classificação geral, Brasil Telecom (SP), pega em casa o Pinheiros.As outras partidas serão Mackenzie/Cia. do Terno (MG) x Sport/Maurício de Nassau (PE), às 19h30, Vôlei Futuro (SP) x Praia Clube/Futel (MG), às 20 horas, e Cativa/Pomerode (SC) x Medley/Banespa, também às 20 horas.

Encontrou algum erro? Entre em contato

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.