Marcelo Cortes/Flamengo
Marcelo Cortes/Flamengo

Com mais dois casos de covid-19, Flamengo tem 3º jogo adiado na Superliga Feminina

Partida contra o São Paulo Barueri se junta ao clássico contra o Fluminense e jogo diante do Curitiba na lista de partidas adiadas

Redação, Estadão Conteúdo

25 de novembro de 2020 | 10h44

O Sesc RJ Flamengo, comandado pelo técnico Bernardinho, segue tendo problemas com casos de covid-19 em seu elenco. Seguindo seu protocolo de testes para detecção do novo coronavírus, o time constatou duas novas atletas infectadas: Amanda e Valquíria. A ponteira e a meio de rede se juntam a levantadora Fabíola, a meio de rede Roberta, a oposta Sabrina, a líbero Natinha e a ponteira Ana Cristina.

Com quatro casos simultâneos no elenco, o time carioca terá que adiar mais um jogo pela Superliga Feminina de Vôlei. Ele seria realizado nesta sexta-feira diante do São Paulo Barueri, no Rio de Janeiro. A partida ainda não tem data e local confirmados para acontecer. Assim que houver uma definição junto à Confederação Brasileira de Voleibol (CBV), o clube informará a sua agenda.

Outros dois confrontos do Sesc RJ Flamengo na competição já haviam sido remarcados. O clássico contra o Fluminense passou para o dia 8 de dezembro, às 19h30, e a partida contra o Curitiba Vôlei para 15 de dezembro, às 21h30, na capital paranaense.

De acordo com o protocolo de jogo da Superliga, a equipe que apresentar quatro ou mais atletas com exames positivos para o novo coronavírus poderá solicitar a mudança de data. Os times também poderão pedir o adiamento, caso dois levantadores do elenco estiverem infectados.

As demais atletas que testaram negativo para a covid-19, seguirão treinando normalmente, seguindo os protocolos sanitários que o momento exige. Além das baixas devido à pandemia, o Sesc RJ Flamengo ainda tem a oposta Lorenne, a ponteira Ariele e a líbero Camila em recuperação por lesão. Todas já estão fazendo trabalho de quadra, cada uma em seu estágio de evolução, mas ainda estão sob cuidados médicos.

Encontrou algum erro? Entre em contato

Comentários

Os comentários são exclusivos para assinantes do Estadão.

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.