Com reservas, seleção feminina de vôlei perde na estreia em Montreux

As reservas da seleção brasileira feminina de vôlei estrearam com derrota no Torneio de Montreux, na Suíça. Nesta terça-feira, elas foram superadas pela China por 3 sets a 0, com parciais de 25/20, 25/17 e 25/22. A equipe do Brasil volta à quadra nesta quinta, às 13h45 (horário de Brasília), para enfrentar a Turquia.

Agência Estado, Estadão Conteúdo

31 de maio de 2016 | 17h18

O Brasil conta apenas com as reservas na delegação que viajou até a Suíça. Nem o técnico José Roberto Guimarães acompanhou o time. Em Montreux, a seleção está sendo comandada pelo técnico Wagão. A equipe titular está se preparando para o Grand Prix, que é considerado o grande teste da seleção antes dos Jogos Olímpicos do Rio de Janeiro.

Nesta terça, Wagão escalou a equipe brasileira com a levantadora Naiane, a oposta Ana Paula, as ponteiras Rosamaria e Gabi, as centrais Fran e Mara e a líbero Laís. Durante o jogo, ele colocou em quadra a oposta Lorenne, a levantadora Juma, a ponteira Drussyla e a central Saraelen.

Sem a mesma força da equipe titular, e sem entrosamento, o time reserva do Brasil foi alvo fácil das chinesas, que formam uma das melhores seleções do mundo da atualidade. A equipe oriental brilhou com as atacantes Hui e Gong, maiores pontuadoras do jogo, com 16 acertos cada. Pelo Brasil, a oposta Lorenne foi o maior destaque, com 10 pontos.

Depois do confronto com as turcas, na quinta, as brasileiras vão enfrentar a Bélgica na sexta-feira, a partir das 11h30 (de Brasília).

Encontrou algum erro? Entre em contato

Comentários

Os comentários são exclusivos para assinantes do Estadão.

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.